Skip to main content

4 dicas estratégicas de contratação para Startups em crescimento

Pergunte ao fundador de qualquer Startup: “Qual é o maior desafio com o crescimento do seu negócio?” e ele vai dizer “Contratar”.

Claro, é preciso buscar clientes, desenvolver features e prever crescimentos – mas todas essas coisas precisam ser executadas por alguém. E esse alguém não pode ser qualquer um.

Como saber qual deles você precisa? E, mais importante, o que fazer para conseguir encontrá-los?

Nós fizemos essa pergunta aos nossos usuários – fundadores de Startups de crescimento super acelerado.

Eles todos agem contratando de maneira estratégica para garantir que seus negócios funcionem a todo vapor. Com essas quatro dicas, você também pode se sobressair contratando e captando os melhores talentos para fazer seu negócio crescer!

1) Esteja atento o ano inteiro

 

“Comece a recrutar mesmo se você não tiver vagas abertas!”, revela Bas Kohnke, co-fundador da Impraise. “Podelevar um bom tempo para encontrar os candidatos certos uma vez que você se dá conta que precisa deles, então se assegure de começar a procurar por um novo talento antes disso.

Desenvolvedores podem ser ainda mais complicados de achar, então o ideal é manter uma lista de talentos que você possa abordar mais tarde. Envie um e-mail, convide eles para uma festa. Mantenha eles por perto, no seu radar.”

2) Introduza a cultura da empresa cedo

 

Mark Studholme, co-fundador da CROWDYHOUSE, reproduziu a experiência do Kohnke na sua constatação mais recente. “Pode ser destruidor quando sua empresa decola e existe uma necessidade contínua por novos membros.

Como fundador, seu papel muda de executar operações do dia a dia para a gestão de um time e recrutamento de novas pessoas. Meu conselho para Startups seria dizer que contratem ao longo do ano (não só quando você precisa de gente nova) e mantenham todos os candidatos em uma ferramenta online. Dê a todos os membros do seu time o poder de buscar por novos talentos – isso diz respeito ao crescimento da sua empresa no futuro.

Além disso, nós buscamos criar um ambiente de trabalho agradável. Coisas como almoços grátis, uma gelada sexta à tarde e happy-hours uma vez ou outra realmente ajudam a construir o espírito de um time. Com sorte, seus esforços valerão a pena e mais pessoas se sentirão bem – sentindo menos necessidade de altas promoções na carreira.”

3) Otimize o processo de contratação constantemente

Utilize questionários

Conseguir candidatos é apenas o primeiro passo. O grande desafio se dá ao pensar de que forma lidar com eles de maneira eficiente, como demonstra o CEO e fundador da Hotjar, David Darmanin. “Nós sempre começamos com um questionário. Gostamos de fazer questionários bem longos: com 10 a 12 questões bem detalhadas. A razão para isso é: ‘Se você não acredita realmente em se juntar a nós, esse é o tipo perfeito de filtro “antecipado”’.

Utilize vídeos

“O próximo passo é pedir vídeos aos candidatos. Decidimos fazer isso porque estávamos realizando um montão de entrevistas. Quando calculamos quanto isso levava, era uma perda enorme de tempo.

Por estarmos constantemente revisando e otimizando a maneira como aproveitamos nosso tempo, nós dissemos ‘Ok, que tal se ao invés de 13 de nós fazermos 30 entrevistas, pedirmos 30 vídeos e, entre eles, escolhermos cinco?’ Então criamos as questões e o esquema necessário para isso.

Nós temos, intencionalmente, 5 perguntas padrão e elas não podem ser mudadas. Independente da vaga. Elas são padrão porque a fase do vídeo serve puramente para verificar “Eles vão ter fit cultural ou não?”

Implemente uma fase de tarefa remunerada

“A partir dos vídeos, nós chamamos eles para a entrevista. Se a pessoa chega até esse estágio, seguimos para o que chamamos de ‘fase de teste’. Esse estágio é feito inteiramente via chat (online). Pelo fato do nosso trabalho ser remoto, nós queremos avaliar o quão bom é o desempenho deles nesse ambiente.

Eles são submetidos a um teste em um documento do Word. Não existem vídeos nem áudios, então conseguimos ver como eles agem fazendo perguntas, o quão rápido eles entendem as coisas, se conseguem se comunicar com a gente. Eles têm de dois a três dias para a conclusão – e esse período é pago. Se nós acreditamos no que eles realizaram, esse é o ponto no qual partimos para a negociação.

A grande sacada em fazer isso – como gostamos de chamar, ‘recrutamento de performance’ – é que no momento em que a pessoa decide se unir ao nosso time, nós literalmente só mudamos seu email e ela está pronta para começar a trabalhar com a gente.”

4) Centralize suas contratações em uma plataforma

A próxima pessoa que você trouxer para sua empresa será quem vai continuar definindo sua cultura e negócio. Seja estratégico sobre quem você precisa contratar começando por quem você é.

Planeje com antecedência e atualize as suas práticas constantemente. Se sentindo sobrecarregado? Utilize uma plataforma para dar suporte às suas ambições de crescimento. Desde o branding da empresa, board da vaga e abastecimentos de talentos até o tracking do candidato.

5) Quer contratar que nem eles?

Com a GeekHunter você consegue encontrar os melhores candidatos filtrando pelas características necessárias no seu negócio. Com isso, a contratação pode ser muito mais rápida e os candidatos bem mais preparados para a vaga.

Além disso, criamos um outro conteúdo sensacional com diversas dicas para te ajudar a recrutar o programador certo para o seu time de tecnologia.


Contrate os Melhores desenvolvedores na GeekHunter

Esse conteúdo foi traduzido e adaptado pela GeekHunter.
Conteúdo Original: https://recruitee.com/blog/4-start-ups-hiring-tips/
Tradução: Cecilia Schmitz

Veja também

Comentários

comentários

Cancelar