Skip to main content

5 Passos Simples Para as Melhores Práticas de Branding do Empregador

Se você acha que os candidatos têm a primeira impressão sobre você quando entram pela sua porta para uma entrevista, pense de novo.

Os candidatos atuais têm a liberdade de escolher os empregadores e os cargos a se perseguir. Na verdade, espera-se que um potencial candidato faça uma pequena pesquisa sobre os antecedentes do negócio.

Mesmo que eles não investiguem a fundo, a internet é capaz de lhes dizer mais do que você imagina. Existem sites como o Glassdoor que fornecem revisões anônimas de funcionários, plataformas de redes sociais para publicar fotos de equipe e diversas outras nuances que parecem tornar as melhores práticas de branding do empregador difíceis de adotar.

O branding do empregador é o processo pelo qual uma empresa cria um rosto interno e externo da empresa, com foco em um público-alvo composto por possíveis contratações. Como é trabalhar para a empresa? Como as pessoas pensam que é trabalhar para a empresa? As respostas a estas duas perguntas devem estar alinhadas. Um exemplo de melhores práticas de branding do empregador é o do Google, eleito a melhor empresa para se trabalhar – sete anos consecutivos incluindo 2016. O Google promove com sucesso um ambiente de trabalho divertido, desafiador e, o mais importante, genuíno.

Você precisa criar uma marca empregadora que atraia e retenha o tipo certo de candidatos. Nós temos um fácil passo-a-passo, que vai te mostrar como criar uma imagem da sua empresa que chame atenção e que crie empolgação nos candidatos quando vêem os desafios e benefícios oferecidos.

1º passo: Objetivos, Cultura e Valores da Empresa

Pegue papel e caneta (ou lápis, ou canetinha, o que for melhor para você). Escreva palavras que você associa com a sua empresa. Alguns questionamentos que você pode se fazer para encontrar essas palavras-chave são:

  • O que a empresa oferece aos atuais e futuros funcionários?
  • Qual é o produto e o propósito da empresa?
  • O que os funcionários da empresa valorizam neles mesmos e na empresa?
  • Qual a cor da logotipo? (Isto talvez não possa mais ser modificado, mas ao menos anote esta informação)
  • Quais são as conquistas da empresa?

Isto é apenas uma forma de começar, mas tente manter a lista coesa. Depois, reduza esta lista aos marcos mais importantes e influentes da empresa como um empregador valioso. Escolha os desafios e recompensas que são particulares à empresa e que oferecem benefícios atraentes aos potenciais funcionários.

MOD, uma pizzaria que celebra a diversidade, está fazendo isso do jeito certo. “Junte-se ao esquadrão da MOD” é uma frase chamativa, e há uma declaração de valor clara e memorável no seu site de carreiras. Isso torna a marca do empregador acolhedora.

2º passo: Pergunte aos Seus Funcionários

Uma vez estabelecida a impressão que a empresa deseja causar em potenciais candidatos, é importante garantir que isso se alinhe com a impressão dos funcionários atuais.

Se os funcionários não acreditam na marca de seu empregador, mais ninguém acreditará. Os funcionários são tão importantes como parte da marca do empregador quanto a equipe de RH (se não mais!). Eles são embaixadores da marca, promovendo experiências reais da vida dentro da empresa. Trabalhe para garantir que essas experiências sejam positivas.

Isto não é algo que vai acontecer da noite para o dia, mas acontecerá com a consideração cuidadosa das necessidades dos funcionários. Não tem certeza do que seus funcionários precisam? Pergunte! Ofereça a eles cartões de comentários para saber onde a empresa pode melhorar. Pesquise a empresa no Glassdoor e se esforce para reverter qualquer erro do passado (de antes de você ler este artigo). Crie uma estratégia para um local de trabalho positivo.

Entretanto, existe uma ressalva: isso deve ocorrer de forma genuína. Ninguém gosta de falsas atividades de “espírito de equipe”. Em vez disso, crie um ambiente de trabalho aberto e acolhedor para novas idéias, novas pessoas e novas oportunidades de crescimento. Certifique-se de que seus benefícios são justos, de que o escritório é convidativo e de que o trabalho duro seja recompensado. Parece muito para assumir logo de cara, mas com paciência e determinação, tudo se acomodará naturalmente. Funcionários felizes = branding positivo para o empregador.

LUSH é um exemplo perfeito da criação de uma cultura coesa e divertida. Eles têm até mesmo uma playlist do YouTube dedicada a conhecer a LUSH e seus funcionários. No vídeo abaixo, eles apresentam alguns funcionários explicando apaixonadamente como um produto LUSH é feito.

3º passo: Imagem e Reconhecimento da Marca

Sua empresa tem um ambiente de trabalho impecável. Você sabe disso e seus funcionários também. Mas os candidatos em potencial sabem o quão legal é a cultura da empresa? Pois eles deveriam saber! A imagem da marca é importante para estabelecer visibilidade e coesão, garantindo que os candidatos a emprego reconheçam sua marca ao procurar uma posição.

A imagem da marca é “como as pessoas percebem a marca. A imagem da marca é uma reflexão da personalidade da marca e de seu produto no espelho (apesar de talvez ser distorcida). É o que as pessoas acreditam a respeito de uma marca – seus pensamentos, sentimentos e expectativas”, de acordo com a American Marketing Association.

As pessoas nas quais estamos focando são potenciais candidatos e seus pensamentos, sentimentos e expectativas sobre como seria trabalhar para sua empresa. Quando os candidatos a emprego estão percorrendo milhares de ofertas de emprego, a sua publicação precisa se destacar. Os potenciais candidatos podem até vir a bater em sua porta se você criar uma imagem convincente de sua marca! Existem algumas categorias básicas nas quais você deve pensar ao criar essa imagem:

  • Logotipo, cores, e fontes
  • Página de carreiras (espaço físico, benefícios, etc.)
  • Estilo de escrita
  • Tipo de funcionário
  • Cultura e valores

Isso pode parecer simples, mas você precisa definir com calma exatamente como você deseja que sua empresa seja representada. Pergunte a opinião de todos os departamentos. Realize pesquisas com os consumidores sobre suas percepções. Mantenha a consistência. Para ilustrar uma imagem de marca bem sucedida, preenchemos essas categorias para o Google:

  • Logotipo, cores, e fontes: logo simples, em vermelho, verde, azul e amarelo, com fonte sans serif
  • Página de carreiras: “Traga perguntas. Construa respostas” (original: “Bring questions. Build answers.”)
  • Estilo de escrita: simples e direto, mas inteligente e amigável
  • Tipo de funcionário: inovadores, indivíduos com novas formas de pensar, veteranos, solucionadores de problemas, diverso
  • Cultura e valores: inovação, solucionadora de problemas, inclusiva

Isso transparece através da página de carreiras e atrai os candidatos a querer fazer parte dessa jornada. Para fazer isso por si mesmo, pegue o 1º e 2º passos (que, agora, já devem estar alinhados) e faça com que a imagem de sua marca os reflita.

4º Passo: Estratégia de Criação de Conteúdo

Agora que você já sabe a “vibe” geral que sua empresa quer transmitir como empregadora, está na hora de começar a produzir conteúdo. Antes de você já sair publicando, aqui vão algumas dicas sobre conteúdo para se ter em mente:

Voz e tom: Seja único, mas não seja ofensivo

Isso pode soar como óbvio, mas o que você acha divertido pode ser ofensivo a certos grupos. Ser um empregador tem tudo a ver com diversidade e aceitação de diferentes culturas trabalhando em conjunto. Um exemplo de o que NÃO fazer é este flyer de uma festa para funcionários da Urban Outfitters, de 2014:

A coisa toda poderia ser uma celebração da diversidade e, mesmo com o final do flyer falando em doações, devido à ofensas prévias de natureza similar, isto foi inapropriado. Isto transmite a mensagem errada a potenciais contratados, mesmo que a Urban Outfitters esteja sendo bem sucedida apesar dos acontecimentos infelizes.

O melhor a se fazer nesse tipo de situação é designar um porta voz com quem o público atingido consiga se identificar. Desculpe-se imediatamente após tomar conhecimento do erro. Assuma-o e garanta que o público saiba que você está fazendo tudo ao seu alcance para corrigir a situação. Isso restabelece a confiança e futuros funcionários gostam de saber que podem confiar que seus futuros empregadores se responsabilizarão por suas ações.

Exibição de força: promova vantagens e benefícios do escritório

Jogue com o que sua empresa tem para oferecer aos potenciais funcionários. O Twitter é um ótimo exemplo disso, oferecendo aulas de saúde gratuitas, acupuntura, refeições, associação a academias de ginástica e folgas pagas por tempo ilimitado, de acordo com o Glassdoor. Além disso, olha só esses escritórios!

Isso mostra que o Twitter se esforça muito para tornar seu espaço divertido e convidativo aos funcionários. As avaliações no Glassdoor do Twitter também são massivamente positivas. Disso, você pode inferir que o que o Twitter promete aos funcionários, eles cumprem. E isso vale a pena, pois retorna e ajuda uma empresa na a forma de avaliações e classificações.

Enquanto o Twitter é uma plataforma de mídia social amplamente bem-sucedida e sua empresa pode não estar nesse nível (ainda), você ainda pode oferecer vantagens. Faça o seu espaço de trabalho tão divertido e produtivo quanto possível e permita que os funcionários tenham um bom equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. Mais importante ainda, não ofereça algo que você não possa entregar!

Se seu escritório tem uma vista maravilhosa, use isso a seu favor. Se você pode oferecer almoços de graça, ofereça! Se você for realista em relação aos seus benefícios e bem sucedido, eles vão se tornar avaliações incríveis de seus funcionários e atrair atenção para o quão legal e valioso é trabalhar para a sua empresa.

Outra forma simples de mostrar o quão divertido é seu ambiente de trabalho é fazer fotos (e vídeos) em grupo! Faça fotos e vídeos profissionais, porém reais, nos eventos em equipe, arrecadações, encontros no parque, ou simplesmente pelo escritório.

Se seus funcionários realmente estiverem felizes com a cultura da empresa, isso ficará aparente. Seja criativo com a sua mídia e mostra a personalidade da empresa através de seus funcionários e espaço de trabalho. Aqui vai um exemplo da página de carreiras da GeekHunter:

O sorriso genuíno nos rostos dos membros da equipe, a linguagem corporal aberta e o logotipo que aparece em todos os momentos transformam essas imagens em espaços e momentos em que os potenciais candidatos conseguem facilmente se imaginar.

Mostre o PORQUE: Posicione sua marca dentro de um contexto

Quem busca por vagas de emprego, primeiro busca por conhecimento. Crie conteúdos que essas pessoas possam usar e adquirir conhecimento a partir deles. Se todo o conteúdo de uma empresa é puramente promocional, ela não oferece qualquer tipo de valor.

Hotjar, uma solução CRO (customer relationship optimization), disponibiliza esse plano de ação, dando aos usuários uma ideia clara de como aproveitar ao máximo seu produto.

Como você pode ver, a Hotjar inicia com um quadro geral que depois se aprofunda, indo do contexto a um plano de nove passos. Dessa forma, potenciais candidatos obtêm uma visão geral do processo de descoberta de oportunidades de crescimento antes de chegar ao plano passo a passo. Isso tem como proposta mostrar, tanto para clientes como para potenciais candidatos, que a Hotjar não está apenas atrás de dinheiro, mas também tem conhecimento e expertise para compartilhar.

É um pouco de coincidência, mas esse é exatamente o tipo de informação que os empregadores querem saber sobre seus candidatos! Então mostre sua credibilidade, inteligência e vontade de trabalhar duro, independentemente do pagamento. Mostre aos candidatos em potencial que, se optarem por se candidatarem e forem contratados, estarão em boa companhia!

5º passo: Distribuição de Conteúdo

O conteúdo do seu branding de empregador está preparado, mas onde você deve compartilhar? Quando compartilhar? Como você compartilha? Existem regras, tanto empíricas quanto escritas, a respeito dos os vários meios da internet para distribuir seu conteúdo. Aqui estão os principais locais para publicar e como fazê-lo:

Blogs

Seja no seu próprio blog ou como um guest post em outro blog de relevância, artigos escritos em tom consistente e informativo geram tráfego orgânico para sua marca. Escreva uma publicação de blog sobre o processo de contratação, com um link para suas vagas disponíveis para um cargo relevante.

A maioria dos blogs que permitem guest posts não permitem conteúdo puramente promocional ou que já esteja disponível em algum outro lugar da internet. É importante criar um conteúdo útil e original para que as ferramentas de busca indexem a publicação, e para não parecer que sua empresa está enviando spams para os blogs com conteúdo promocional.

Se quiser saber mais sobre como posicionar suas vagas nas melhores posições do Google, leia 8 dicas de SEO para que suas publicações de vagas sejam pesquisáveis.

Sites de empregos

Os sites de emprego são uma saída fácil para suas vagas de emprego e marca empregadora. Os sites que estão em alta ou os sites nichados podem impulsionar seu SEO e aumentar a visibilidade das suas oportunidades e marca.

Certifique-se de que a descrição do trabalho é clara e livre de expressões da “modinha”. Existem centenas de modelos de descrição de vagas, e eles são uma boa forma de começar, mas certifique-se de ajustá-los para corresponder às suas necessidades de contratação.

Social media

O Instagram é altamente centrado em imagens, já o Twitter tem um limite de 140 caracteres e o LinkedIn é estritamente para profissionais. Cada plataforma de mídia social tem seus próprios usos e forma preferida de conteúdo. Para adaptar o seu conteúdo ao Instagram, por exemplo, crie imagens visualmente atrativas que farão com que as pessoas queiram trabalhar para sua empresa:

Este é um exemplo da Coolblue, uma loja online holandesa que vende gadget e equipamentos de tecnologia. Dá para ter uma boa ideia do ambiente de trabalho a partir das atrativas, e geralmente bem humoradas, publicações no instagram.

Pesquise as melhores práticas para cada plataforma. Esteja presente em cada uma delas e faça atualizações. Para uma empresa, uma página do Facebook em branco é quase pior do que simplesmente não estar presente no Facebook.

Ranking

Alcance os influenciadores da sua área de atuação. Obtenha o nome da sua empresa nas listas de “top 10” que aparecem em pesquisas relevantes. Publique trabalhos que, novamente, sejam úteis para o seu público-alvo. A boa imprensa é importante para o SEO e para ganhar credibilidade aos olhos de potenciais candidatos. Esta lista das melhores empresas para se trabalhar no Brasil da Great Place to Work é um exemplo de alto nível.

Vídeos

Vídeos curtos e agradáveis ​​com conteúdo informativo e bastante personalidade são uma ótima maneira de obter exposição. As pessoas são mais propensas a assistir a um vídeo rápido sobre uma empresa do que ler uma longa publicação.

Como no vídeo da LUSH acima, você pode fazer um vídeo de boa qualidade e genoíno, mostrando a ação dos bastidores que um potencial candidato pode esperar da sua empresa após uma contratação.

Se você não tem tempo nem orçamento para fazer um filme premiado como o vídeo da sua empresa, não tem problema (às vezes, é até melhor) criar um vídeo menos produzido. Desde que você seja genuíno e mostre as coisas positivas sobre trabalhar para sua empresa, o vídeo pode dar aos potenciais candidatos uma visão mais que suficiente sobre a cultura da empresa, para que sintam como que se eles a conhecessem. Veja esse video de Impraise, por exemplo:

Campanhas de Email

Mantenha todos os candidatos que você não contratou em um só lugar e atue na nutrição desses leads (candidatos) com newsletters mencionando as próximas ofertas de trabalho disponíveis. Desta forma, você estará atingindo indivíduos que já estão interessados ​​em sua empresa, bem como sua rede de contatos. Eles podem compartilhar essas vagas com alguém que eles sabem ser certo para o cargo. Existem algumas regras de etiqueta de e-mail a se seguir mas, em geral, não sobrecarregue suas caixas de entrada. Ser marcado como spam não é algo positivo!

Página de Carreiras

A página de carreiras é a base. A página que os candidatos a emprego acessam quando querem dimensionar uma empresa como um potencial empregador. É a principal plataforma utilizada por ambos, empregadores e candidatos.

Por isso, você deve injetar boas práticas de branding do empregador ininterruptamente em sua página de carreiras. Pegue todos os conhecimentos sobre branding do empregador que você aprendeu até este passo e permita que eles culminem em seu site de carreiras. Este site pode ser otimizado por SEO, possuir imagens e vídeos expressivos e mostrar os benefícios e as vantagens de trabalhar para sua empresa. Sempre inclua um link para o seu site original, para que os candidatos possam facilmente encontrar mais informações. Aqui estão algumas páginas de carreiras para você se inspirar:

A GeekHunter desenvolveu essa página levando em consideração as melhores práticas que comentamos nesse post. Note como foi utilizado uma grande imagem da linda cidade de Florianópolis com um esquema de cores coeso. Também declaramos claramente o objetivo da empresa logo de cara. O site apresenta diretrizes claras sobre seus valores, imagens do dia a dia na empresa e todas as oportunidades em aberto. Veja aqui.

E isso é tudo!

Espere! Antes de sair comemorando suas recém descobertas práticas de branding do empregador, você deve ter algo em mente. É importante que sua marca empregadora esteja em constante construção. Quanto mais você aprender sobre como você deseja que sua empresa seja percebida, mais você poderá moldar seu conteúdo de forma a refletir sua marca com precisão.

Busque feedbacks de clientes, candidatos e funcionários para otimizar constantemente suas práticas de branding. Mude e flua com os eventos que o cercam, permitindo que sua empresa venha à tona num mar de empresas que são tão atraentes quanto a sua para os candidatos. A mídia social, por exemplo, exige uma atualizações regulares, então se mantenha a par das novas técnicas e tags que podem ajudar a melhorar suas ofertas de emprego. À medida que sua empresa cresce, seu branding deve crescer com ela!

Contrate os Melhores desenvolvedores na GeekHunter

Esse conteúdo foi traduzido e adaptado pela GeekHunter.
Conteúdo Original: https://recruitee.com/blog/employer-branding-best-practices/

Veja também

Comentários

comentários

Cancelar