Skip to main content
google-seo

8 dicas de SEO para que suas publicações de vagas sejam pesquisáveis

Todas as ofertas de vagas de emprego são publicadas com um objetivo: serem visualizadas por candidatos. Quanto mais potenciais candidatos visualizam suas vagas, maiores as chances de que candidatos top de linha se inscrevam. Como é importante prezar pela qualidade acima da quantidade, existem formas de promover a abertura de uma vaga a um grupo grande, porém nichado. Você está se perguntando “como”? A resposta é simples: SEO para postagens de vagas.

Seja publicando individualmente em murais de empregos ou agilizando o processo através de um ATS (Applicant Tracking System), o SEO vai ajudar suas publicações a subirem nos resultados de pesquisa.

Pode soar distante e misterioso, mas não precisa ser assim. Aqui na GeekHunter, nós temos ajudado nossos usuários a atrair mais candidatos fazendo seus anúncios de vagas pesquisáveis através do nosso Public Jobs. Publicamos todas as vagas criadas na GeekHunter em diversos canais como Linkedin e redes sociais da GeekHunter, mantendo as informações da sua empresa invisíveis até que o candidato demonstre real interesse em se aplicar na vaga da sua empresa.

Veja um exemplo de vaga aqui.

Com a implementação de palavras-chave e backlinks, nós vamos te mostrar exatamente como otimizar suas postagens de vagas para ferramentas de pesquisa (Google, Bing e outros).

Palavras-chave

1 — Palavras-chave positivas e negativas

Você já anunciou uma vaga dizendo que procurava por um “Superestar do Blog”, ou um “Mago da Social Media”? Não se preocupe, nós também já passamos por isso. Ainda dá tempo de por o seu SEO em dia.

Palavras-chave negativas incluem “buzzwords engraçadinhas”, que se tornaram populares em descrições de emprego. Aqui estão alguns exemplos retirados deste artigo sobre nove palavras da moda que você deve evitar:

  • Guru
  • Ninja
  • Jedi
  • Rockstar
  • Mago – Mágico
  • Evangelizador
  • Profeta
  • Empreendedor

Superficialmente, estes acréscimos “peculiares” às descrições de empregos podem parecer uma boa idéia. No entanto, candidatos as vêem como ultrapassadas e desesperadas. Expressões da moda como estas fazem parecer que você está tentando mascarar um trabalho enfadonho com um “vai ser divertido!”

Então, como encontrar palavras-chave positivas? Comece com um brainstorm de palavras-chave relevantes às vagas que você está oferecendo. Use um recurso como o Keyword Tool, que ajuda a mostrar os rankings de pesquisa relacionados às suas palavras-chave, assim como outras palavras-chave associadas. Quando você tiver sua lista de palavras-chave, tente usá-las e, especialmente, seus sinônimos na sua descrição do trabalho. Esta é uma das formas mais eficazes de maximizar sua chance de ser indexado pelos mecanismos de pesquisa sem ser censurado por excesso de palavras-chave.

Pense num candidato em potencial pesquisando por um emprego em design gráfico, por exemplo. É mais provável que ele pesquise por “designer gráfico” do que por “perito em arte digital”. Você pode incluir sinônimos na descrição deste cargo de designer gráfico, como “digital”, “design criativo”, “comunicação visual” e “web design”.

Dica bônus: o corpo do texto de seu anúncio deve ter cerca de 500 palavras e conteúdo personalizado. Templates de descrição de vaga são uma boa forma de começar (otimizando-se as palavras-chave), mas eles devem ser editados para que reflitam suas necessidades particulares de contratação e a cultura da empresa.

De qualquer forma, existem duas palavras-chave que você sempre deve incluir na descrição de sua vaga:

  1. O cargo do emprego (evite abreviaturas!)
  2. A localização

Pode parecer simples, mas é muito eficaz acrescentar o cargo e a localização:

  • No título da descrição da vaga
  • No primeiro parágrafo da descrição da vaga
  • Na URL da vaga
  • No meta title da vaga
  • Na meta description da vaga

Assim, quando alguém pesquisar por “tal emprego em tal lugar”, a sua vaga será uma das primeiras a aparecer. (Se for uma vaga para trabalho remoto, você pode usar “remoto” como a localização.)

Você pode já saber o que fazer com os dois primeiros itens, mas ainda não tem certeza a respeito dos últimos três? Não se preocupe, trataremos deles logo abaixo.

2 — URL da vaga

Utilizar uma URL pesquisável é importante. Aqui estão algumas das melhores práticas para criar uma URL que se saia bem nas pesquisas, além de direcionar potenciais candidatos à sua página de “Trabalhe conosco”:

  • Seja simples e relevante (inclusive nas palavras-chave!)
  • Não utilize números e caracteres especiais (a não ser que faça parte do seu produto ou da descrição da vaga)
  • Utilize hífen, ao invés de underline, quando necessário (mas não muitos!)

Tanto as ferramentas de busca quanto os usuários preferem quando sua URL é auto-explicativa.

 

3 — Meta titles e Meta descriptions da vaga

Meta titles e meta descriptions são dois campos que aparecem nas páginas de resultados das ferramentas de busca, como o Google. O meta title  deve ser simples e direto, permitindo que quem pesquisa por um emprego entenda do que se trata quando se interessa pela vaga. A meta description é a chamada abaixo do título, que descreve o conteúdo do link com maior detalhamento.

 

É essencial que o meta title e a meta description da sua vaga sejam personalizados.

Caso não conheça nada sobre meta tags em SEO veja esse conteúdo. É bem simples, e você ainda pode passar a missão de implementação das tags para o seu programador.

Com essas meta tags, você deve ser o mais claro e conciso quanto possível. Meta titles devem conter menos de 60 caracteres e meta descriptions devem conter menos de 160. Quanto mais curtos, melhor. Você quer que um candidato em potencial consiga identificar rapidamente que a sua vaga é o que ele está procurando. Não utilize o nome da empresa logo nas primeiras palavras do anúncio, a não ser que você tenha certeza de que as pessoas vão pesquisar especificamente por ela. Na maioria dos casos, um título e uma descrição claros e concisos já serão o suficiente.

Backlinks

Backlinking consiste em por seu link em outros sites de boa reputação e, portanto, criar um link de volta (“linking back”) para o seu site original. Isto ajuda o SEO de anúncios de empregos e demanda mais tempo para se estabelecer do que outras práticas nesta lista.

No entanto, não se preocupe. Este é o guia  para criar com êxito um backlink para sua oferta de vaga:

4 — Compartilhe sua oferta de vaga nas redes sociais

Isto aumenta as chances de outras pessoas compartilharem seu conteúdo. Quanto mais vezes a vaga for compartilhada, melhor posicionada ela ficará entre os resultados relevantes. Ferramentas de busca analisam o tráfego e o compartilhamento para gerar o algoritmo dos resultados de busca. Mas lembre-se de que há regras específicas para cada plataforma de rede social. Aqui está um resumo das melhores práticas de SEO nas redes sociais:

  • Compartilhe a URL da vaga consistentemente em diferentes plataformas
  • Torne o conteúdo mais compartilhável redigindo materiais de valor ou divertidos
  • Inclua conteúdos visuais nas suas publicações em redes sociais

As redes sociais não apenas visam uma audiência inovadora, geralmente mais nova, mas também permitem que a sua vaga seja visualizada por um número potencialmente massivo de profissionais, através das extensões de sua rede de contatos. Isso dá a estas pessoas a oportunidade de compartilhar sua oferta de vaga com outros profissionais. O LinkedIn, por exemplo, possui um grande autoridade entre os domínios. Quanto maior o número de compartilhamentos, mais alto o ranking.

Veja também como otimizar a prospecção de desenvolvedores em nosso #1 Podcast, com Tomás Ferrari:

5 — Publique sua vaga em murais de emprego com alto tráfego

Estes murais, como Indeed e Monster, por exemplo, tem um ranking alto. Por sua vez, publicar suas vagas nestes murais levará a um melhor SEO.

6 — Compartilhe sua vaga em fóruns populares

Mantenha-se relevante e informativo. Assim, você poderá criar um backlink para sua vaga sem parecer estar enviando spam. O Reddit é um exemplo de fórum popular a ser considerado. Ele representa uma gigantesca comunidade de “Redditors”, com “subreddits” nichados. Encontre um que seja relevante para sua oferta de vaga, como http://reddit.com/r/humanresources no caso de uma vaga de RH. Outros fóruns populares incluem o Slack e o Quora.

7 — Escreva um blog sobre seu processo de contratação com um link para suas vagas disponíveis

Faça uma publicação em seu próprio blog ou um guest post em outros blogs com alto ranking detalhando seu processo de contratação. Mencione dicas de recrutamento e características desejadas em um funcionário, como o Basecamp faz neste artigo, e crie um backlink para sua página de oferta de vagas.

8 — Coloque um link para sua página de oferta de vagas em seu próprio website

Por que não? Deixe quem está procurando por um emprego saber que você está procurando alguém para contratar. Isto também cria mais um backlink de credibilidade para sua página de vagas.

Se você utilizar todas essas dicas e truques de SEO dentro e fora de sua página de vagas, suas ofertas estarão no caminho certo para se tornarem mais pesquisáveis. Enquanto você está em busca dos candidatos passivos, também é reconfortante saber que, se o candidato certo estiver procurando por você, ele poderá lhe encontrar. Garanta que suas vagas tenham visibilidade e, ainda mais importante, faça com que os candidatos certos queiram conferir suas vagas abertas e se tornar uma valiosa parte da sua equipe.

Contrate os Melhores desenvolvedores na GeekHunter

Este conteúdo foi traduzido e adaptado pela GeekHunter em parceria com a Recruitee.

Autor(a) Original: Beth Hudson 

Conteúdo Original: https://recruitee.com/blog/seo-for-job-posting

Comentários

comentários

Cancelar