Skip to main content
Currículo Linkedin

As melhores dicas para ir além do perfil campeão no Linkedin

Cada vez mais, o LinkedIn emerge no mercado como uma poderosa rede social, que necessita de atenção e interação como todas as outras. Ele hoje é parte fundamental para conquistar o trabalho de seus sonhos, principalmente para as carreiras em tecnologia. Quer saber como ter um perfil além do campeão? Veja as 9 ações que você deve executar imediatamente!

Fuja desses clichês

Lembre-se de destacar não só suas experiências, mas principalmente os resultados que você conquistou em cada uma delas. Se ainda não tem resultados, mostre o que aprendeu com cada experiência.

Tome cuidado ao completar seu perfil. Ao invés de escrever sobre você com características como: “criativo”, por exemplo, dê preferência a descrever algo que lhe exponha como criativo. Fale de como você desenvolveu uma campanha de sucesso que produziu grandes resultados. Lembre-se de adicionar números que mostram o sucesso que obteve.

Ação: Para cada uma de suas experiências, estabeleça a descrição incluindo frases que exemplifiquem as suas características.

Saiba o que não usar como foto do perfil

Sabe aquela sua última viagem para a praia que rendeu uma ótima selfie com o mar e o pôr do sol ao fundo? Pois é, essa imagem pode ter conquistado muitos likes no Facebook ou no Instagram, mas nem pense em usá-la no LinkedIn – a não ser que você seja surfista profissional! Aqui, o que vale é construir uma imagem de profissional respeitável, que inspire credibilidade. Portanto, fuja de fotos despojadas demais.

Ação: Encontre um local iluminado, de preferêncai com luz natural e tire algumas fotos com uma boa câmera. Dê preferência a locais com fundo neutro ou ambiente de trabalho. Lembre-se de estar vestido de acordo com o padrão de trabalho.

Crie conexões

Esta é uma forma altamente eficaz de se conectar com perfis desejados de outros profissionais. Além disso, este tipo de ação dá acesso a um número de conexões muito maior, porque agora você tem visibilidade para conexões de segundo e terceiro grau através de outros em seus grupos. Quanto mais contatos você tiver, maior será sua visibilidade.

Não basta adicioná-los como conexões: é importante manter contato com eles. Envie recomendações positivas para seus contatos publicarem em seus perfis e peça que eles também escrevam sobre seus pontos fortes como profissional. E responda todo tipo de abordagem que receber.

Outro ponto interessante é seguir influenciadores da sua área e interagir com eles. Assim, você mostra ao mercado que é um profissional bem informado e ligado nas novidades da sua profissão.

Ação: Encontre 10 pessoas com quem você deseja se conectar e verifique de quais grupos que eles participam. Entre nestes grupos e comece a interagir, postando, dúvidas, respostas e conteúdos de relevância ao tema.

Siga empresas

É desejável seguir perfis de empresas para aprender sobre o mercado e boas práticas. Seguir as empresas em que você gostaria de trabalhar também é bacana. Isso não vai fazer seu currículo ser mais relevante, mas pode ser bom para ficar mais inteirado do que acontece nelas, as vagas que estão abertas  e também para conseguir mais detalhes sobre sua cultura empresarial: como são feitas as seleções e recrutamentos, que tipo de profissional ela valoriza etc.

Ação: Busque perfis de empresas com conteúdos para aprender. Aproveite e siga a GeekHunter!

Utilize SEO e palavras-chave no seu perfil

Com o objetivo exclusivo de otimização de SEO, é altamente recomendada a inclusão de palavras-chave na parte inferior de cada seção do seu Linkedin. Essa é uma maneira eficaz de ter a sua classificação de perfil mais elevado para as palavras-chave que você usa. Ao mesmo tempo, elas não vão influenciar na história que você está descrevendo ao longo do perfil. As palavras-chave podem incluir habilidades, nomes de tecnologias que você tem conhecimento, nomes de empresas que você gostaria de trabalhar e os seus concorrentes.

Ação: Na parte inferior da sua seção de resumo e dentro de cada uma de suas experiências, pule uma linha e insira uma seção de palavras-chave relevantes.

Personalize a URL de perfil público

Personalize a sua URL de perfil para que ela mostre seu nome completo e sem todos os caracteres desnecessários. Esta URL personalizada permitirá que você a use de forma mais limpa em seu perfil, assinatura de email etc.

Ação: Acesse esse link e siga o passo a passo para alteração de sua URL pública.

Use um título atraente

Seu título é o ativo mais importante no seu perfil do LinkedIn. Quando bem descrito, ele será uma das características que mais vai atrair os visitantes. No momento de uma pesquisa de uma pessoa qualquer no Linkedin, ao acessar esse perfil, na coluna do lado direito, existe uma seção “As pessoas também viram” a qual fica visível vários outras dicas de perfis similares. Nesses perfis, apenas o nome e o título da pessoas são destacados. Esse é um dos grandes momentos que você pode ter o seu perfil acessado por pessoas do seu interesse.

Ação: Crie um título de destaque no seu perfil. Se você é por exemplo um desenvolvedor web, seguem alguns exemplos de títulos relevantes: Desenvolvedor Front-End Senior; Desenvolvedor Ruby Pleno, etc.

Tenha controle sobre os seus Endorsements

Uma das seções mais incompreendidas do LinkedIn é a área de Habilidades & Expertise. Ela começou como um grupo de palavras-chave diretamente pesquisáveis e agora ela evoluiu em uma ferramenta de SEO que pode influenciar diretamente no tráfego de visitantes, mas apenas se for usado corretamente.

Tenha certeza que suas habilidades são relevantes o suficiente para a sua área de trabalho. Portanto, evite adicionar aquelas que você tenha, mas que não façam diferença alguma para o seu trabalho ou atividade atual ou para algo que você gostaria de fazer no futuro. Além disso, lembre-se de que elas não podem ser muito genéricas ou irrelevantes, como por exemplo: Microsoft Office, Internet, Computação, etc.

Se uma habilidade é tão exclusiva para você que não tenha como sugestão no banco de dados do Linkedin, você tem a opção de inseri-la manualmente, no entanto, você estará utilizando uma de suas 50 habilidades com um item que pode ser tão raro que jamais seja buscado.

Vale lembrar que qualquer um de seus contatos pode adicionar novas habilidades para o seu perfil. Por isso, verifique sempre se há alguma nova que não façam sentido para o que você busca. Você pode facilmente exclui-las ou reordená-las.

Ação: Crie pelo menos 10 habilidades que mais tenham a ver com o seu perfil e objetivo de carreira. Sugira a profissionais que já trabalharam com você a qualificar as suas skills. Exemplos: Ruby on Rails, Python, PHP, iOS, Android, Empreendedorismo, Photoshop, etc.

Obtenha recomendações relevantes

Quando você adicionar experiências, busque obter recomendações de seus empregadores ou colegas de trabalho. As recomendações geram muito valor ao quão eficaz você foi naquele cargo dedicado. Você pode também ser ainda mais específico e pedir recomendações sobre certas realizações e habilidades chaves no que você deseja continuar futuramente atuando.

Ação: Solicite ao maior número possível de atuais e ex-colegas de trabalho, assim como empregadores, para que criem recomendações sobre você. Isso pode ser solicitado através da própria ferramenta do LinkedIn. O ideal é que você tenha ao menos 3 recomendações ao final dessa ação.

Vale a pena pagar?

Depende do objetivo. Algumas funcionalidades extras dos planos premium são poder enviar mensagens a profissionais fora do seu círculo de contatos, ter um distintivo dourado que te identifica como premium e que te coloca à disposição para contratação (job seeker). O LinkedIn também garante que os perfis de usuários premium ganham mais relevância e aparecem nas primeiras posições das pesquisas de recrutadores.

O que um perfil matador no Linkedin deve ter?

  • Uma ótima foto, com boa iluminação e ares profissionais;
  • Boas conexões;
  • Histórico de experiências profissionais rico e bem detalhado com os resultados obtidos;
  • Um título atraente;
  • Resumo bem escrito, com personalidade;
  • Excelentes palavras-chave, em cada seção, para otimizar o SEO;
  • Muitas recomendações, especialmente de profissionais de liderança ou referências na área de atuação;
  • Postagens com materiais interessantes, como artigos, teses e apresentações de slides feitos pelo dono do perfil;
  • Uma URL personalizada.

Gostou das nossas dicas? Quer ficar por dentro do que acontece no mercado? Então, curta a nossa página no Facebook! Você também pode conhecer “As 7 tecnologias mais buscadas em profissionais de TI pelas empresas“.

banner-candidato

Veja também

Comentários

comentários

Cancelar