Como atrair e contratar profissionais de alta performance

Há equipes e equipes de trabalho. Alguns especialistas em RH gostam inclusive de fazer a seguinte comparação: toda Ferrari é um carro, mas nem todo carro é uma Ferrari.

Fique tranquilo. Mesmo que a sua equipe rode com um motor menos potente, há formas de fazer com que cada colaborador tenha plena consciência de suas skills e saiba (e principalmente queira!) usá-las em grau máximo.

É assim que age o chamado recrutador de alta performance: ele estimula a cultura da alta performance na sua equipe.

Afinal, os dicionários definem equipe como “um grupo de indivíduos aplicados na realização de uma mesma tarefa ou trabalho”; “um conjunto de esforços coletivos com objetivo de resolver um problema”.

Saber identificar profissionais com potencial para construir uma “equipe” de verdade, na real acepção da palavra, é meio caminho andado para se chegar a um time de alta performance.

E o que é uma equipe de alta performance?

Segundo Robin Bard, da Clamers University of Technology da Suécia, uma equipe de alta performance é um grupo de pessoas que desempenha funções específicas e possui habilidades e competências que se complementam e estão alinhadas e comprometidas com um propósito comum.

São profissionais pautados por valores como colaboração e inovação, e que conseguem produzir resultados acima da média. Neles, a união e o foco no objetivo é tanto, afirma Bard, que todos darão suporte a qualquer integrante do time na superação de eventuais obstáculos que dificultem o atingimento do desafio coletivo.

O Conselho de Coaches da Forbes elegeu características essenciais para um time de alta performance, entre elas:

1- Conhecer os pontos fortes de cada integrante do time

2 – Focar no objetivo

3- Alinhamento

4- Feedback

5- Integração

6- Interesse em aprender

7- Boa comunicação

8- Comprometimento

9- Colaboração

10- Respeito

Ou seja, alta performance é algo em construção permanente. Um profissional de alta performance só se manterá com esse título se estiver sempre se desafiando a novos aprendizados e superações.

E mais: ele pode ser considerado de alta performance para determinada empresa e não ser considerado para outra.

Aspectos que influenciam: o momento de cada organização, a falta de clareza em relação às expectativas da empresa ou de alinhamento do candidato em relação à vaga.   

Reconhecendo um colaborador de alta performance

De sua experiência como recrutador, o australiano Rusher Rogers selecionou em seu blog pontos que funcionam como verdadeiros detectores de um colaborador de alta performance:

  • Tem skills para ajudar a melhorar a performance da organização.
  • É exemplo a ser seguido pelos colegas.
  • Tem fome de progredir profissionalmente e atingir um patamar de excelência.
  • Abraça a visão e os objetivos da organização ou do time.
  • Demonstra resiliência, otimismo e iniciativa – e consegue rapidamente identificar oportunidades superando obstáculos no caminho.
  • Constrói relacionamentos e influencia os outros fazendo uso de suas habilidades de comunicação oral e escrita.
  • Tem vontade de continuar aprendendo.

“Quando uma pessoa de alta performance encontra uma cultura de alta performance, você tem o melhor dos mundos”, atesta Rogers.

O ambiente para uma cultura de alta performance

Diante disso, qual será o maior fator de motivação desse grupo de profissionais diferenciados?

Já adiantamos aqui no blog que salário definitivamente não tem necessariamente ligação com performance. Dê uma conferida no post O que desenvolvedores procuram em uma vaga de trabalho e entenda o que eles pensam e valorizam.

E como estruturar o tal ambiente de alta performance? Apuramos e peneiramos alguns gatilhos e chegamos à conclusão de que o oxigênio para a criação desse cenário se baseia no seguinte tripé:

  • Inspiração que vem de cima: em primeiro lugar, o que leva uma equipe a querer ir além do esforço mediano certamente é o exemplo dado por quem a lidera. Dá um gás danado ao time se sentir fazendo parte de algo maior, de uma missão coletiva, clara e estimulante, e ainda valorizado em sua participação. Isso cabe ao líder trazer para o jogo. A importância desse ambiente inspirador fica cada vez mais evidente nas empresas, e é uma situação com a qual os recrutadores se deparam no dia a dia de seus processos de recrutamento e seleção. Eles precisam inspirar a alta performance nos candidatos que atraem, mostrando o quanto apreciam os pontos que ressaltamos anteriormente. Os gestores dos recrutadores, idem. 
  • Estímulo ao ambiente colaborativo: incentive que todos participem com sugestões e se sintam coparticipantes de todas as conquistas e da superação de eventuais erros.
  • Feedback: mesmo que o retorno sobre determinado assunto ou atitude não seja sempre positivo, é uma forma de mostrar a importância de construir um ambiente em que a transparência ajude a todos a se aperfeiçoarem.

Lembre-se: “a cultura devora a estratégia no café da manhã”, diz a famosa frase de Peter Drucker.

Isso significa que sem uma cultura consolidada, não há estratégia que dê jeito. Até porque estratégia se copia facilmente, cultura, não. A cultura tem ainda outras vantagens: pode ser medida e permite que se treine o time para ela.

O passo a passo até a alta performance seria algo mais ou menos assim:

cultura consolidada -> alinhamento ->confiança -> estratégia -> alta performance.

Como recrutar profissionais de alta performance

Recrutador de alta performance atrai talentos de alta performance, avisa a especialista em RH Susan Heathfield, no site Balance Careers.

E provoca: os seus colaboradores são melhores do que os contratados pelo seu concorrente? Se são, parabéns! Parte-se do princípio de que seu time é mais rápido, inteligente, criativo e proativo.

Mas se suas metas são altas, a sua força de trabalho precisa estar sempre evoluindo. Ela sugere um checklist para uma equipe de alta performance. Para começar, destaca a importância de um processo de recrutamento bem sistematizado:

-Defina o que espera do profissional

-Capriche na job description, fazendo uma descrição clara e completa

– Crie um bom pool de candidatos (procure indicações, cheque nas redes sociais, em sites como o LinkedIn, em eventos…)

Desenhe um processo de recrutamento que inclua fit cultural, testes técnicos e comportamentais, entrevistas sobre experiências anteriores – desafios enfrentados, conquistas, o que faria diferente, principais motivações, projeto de futuro.

-Busque referências sobre as experiências passadas

– Faça uma oferta de trabalho, assim que se der conta de que está diante de um talento diferenciado que dá match com o que procura. Não estenda o prazo desse feedback. Esse top talento certamente está na mira também de seus concorrentes

E, você, qual a sua experiência em relação a atrair profissionais de alta performance? Conte para a gente!