Skip to main content

Como buscar uma nova oportunidade sem alarde

Você se sente incomodado com seu emprego atual? Talvez não esteja satisfeito com a função que está desempenhando, com o salário, ou até quer fazer uma transição de carreira.

Estando empregado, temos a tendência de cair na inércia e se contentar com o emprego atual, mesmo não gostando. Somente quando estamos desempregados que somos impelidos a procurar por um novo trabalho. E isso é ruim.

A busca por outros trabalhos será bem melhor aproveitada se estiver seguro. Você sentirá maior confiança nas negociações e aceitará aquilo que realmente é o melhor para você, e não qualquer oferta oferecida só para sair do desemprego.

Antes de começar a buscar uma nova oportunidade, porém, tenha certeza que deseja sair da sua empresa atual. Analise com cuidado os seguintes motivos:

Salário

Somente um salário mais alto pode não ser um bom motivo para trocar de emprego. Você deve analisar o conjunto de oportunidades que não existe em sua empresa atual e está sendo proposta na outra. Caso seja somente o salário, existe uma “regra” que diz que vale a pena você considerar a oferta a partir de 30% de aumento real.

Ambiente de trabalho

Você até gosta do seu trabalho, mas seu ambiente, seja o espaço físico, colegas de trabalho ou seu chefe te incomodam, podem ser bons motivos para mudar. Tente propor mudanças que se adequem às suas necessidades antes.

Estagnação

Seu trabalho é repetitivo ou não está fazendo você crescer tecnicamente? Você tem liberdade para tomar decisões relevantes à sua função? Existe um plano de carreira? Esses podem ser bons motivos para procurar outras alternativas. Se decidir por isso, tente antes conversar na sua empresa, como já dito nos itens anteriores.

Qualidade de vida

Horário flexível, proximidade de casa ou facilidade de acesso, possibilidade de home office também são fatores importantes para considerar uma mudança de emprego, talvez até por um salário menor. Exceto a proximidade e facilidade de acesso, os outros itens podem ser negociados com o empregador.

Resumindo: sempre tente negociar suas necessidades na sua empresa atual antes de pedir as contas. Não faça alardes sobre a sua procura. Preferencialmente, tenha uma oferta fechada para maior poder de barganha. Se, mesmo assim, você optar por sair, abaixo damos dois excelentes canais para facilitar sua troca.

LinkedIn

O LinkedIn é atualmente a maior rede social voltada para a área profissional. Com mais de 500 milhões de usuários no mundo e mais de 7 milhões no Brasil, está em constante reformulações para para aumentar sua capacidade busca, oportunidades de empregos entre outras ferramentas profissionais.

Por ser uma rede social, as pessoas, incluindo os recrutadores, estão sempre visualizando as atualizações. Suas movimentações no LinkedIn serão vistas por centenas ou até milhares de pessoas.

O conteúdo das suas postagens são essenciais para estabelecer sua marca profissional. Fale de suas experiências e como resolveu problemas. Interaja e, se possível, ofereça ajuda aos seus contatos. Tudo isso ajudará a você ser bem visto na rede.

O LinkedIn possui um índice, o Social Selling Index – SSI (Índice de Vendas Sociais), que mede, numa escala de 0 a 25, as seguintes habilidades:

  • estabelecer sua marca profissional: um perfil completo, com publicações relevantes a sua área de atuação, elevam este índice;
  • localizar as pessoas certas: adicione pessoas que podem contribuir com seu crescimento profissional. Você pode e deve utilizar a busca do LinkedIn;
  • interagir utilizando insights: compartilhe atualizações que incentivem boas discussões;
  • cultivar relacionamentos de confiança: compartilhe soluções e ofereça ajuda sempre que possível.

O SSI é uma medida de como você está sendo visto não só pela sua rede de contatos direto, mas também pelos contatos de maior grau de afastamento.

Faça uma busca por recrutadores da área que você pretende ir e adicione-os. Assim você se tornará mais visível, principalmente se fizer movimentação constante do seu perfil.

Você também pode compartilhar seus interesses de carreira e novas oportunidades com os recrutadores. Localidade, cargos de preferência e setores são algumas das opções que você pode tornar visível. Fique tranquilo que, por padrão, seus interesses não ficam visíveis para a empresa e para recrutadores que trabalham na sua empresa atual.
Publicar artigos também é uma ótima maneira de ser visto, principalmente se eles tiverem relação com seu cargo atual ou pretendido.

Mantendo seu perfil constantemente atualizado e com informações relevantes, recrutadores irão procurar você. Caso queira uma abordagem mais ativa, você também poderá enviar mensagens diretamente para os recrutadores. Neste caso, não esqueça de começar com um oi, se apresentar e dar um contexto para o contato, como se estivesse falando pessoalmente. Fazer um pedido direto vai soar rude e afastará o recrutador.

GeekHunter

Exclusivo para profissionais de tecnologia da informação (TI), a GeekHunter funciona como um catálogo com os melhores profissionais, para que as empresas de TI possam contratar. Na plataforma, tanto candidatos quanto empresas podem se cadastrar.

Ao se cadastrar, seu perfil é analisado por algoritmos de inteligência artificial e B.I, aliado às teorias clássicas de recursos humanos. Passada esta primeira etapa, você recebe um desafio de lógica de programação. De um modo geral, o foco é dado em pessoas com forte conhecimento em Ruby, Java, Javascript, PHP, Python, C++, iOS, Android ou HTML/CSS. Os testes serão mais voltados para a sua área de atuação.

Se aprovado, você estará entre os 5% melhores desenvolvedores do país! É possível também adicionar um vídeo entrevista ao seu perfil. O vídeo não é obrigatório, mas aumenta em mais de 55% as suas chances de receber um convite para uma entrevista.

Após passar e ser aprovado por todo o processo, seu perfil fica disponível para as empresas cadastradas no site, que podem filtrar os candidatos por tipos de linguagem de programação, pretensão salarial, além de visualizar os testes de lógica e programação com a nota obtida, qualidade do código e tempo dedicado em cada questão.

Se você estiver empregado, pode ficar tranquilo. Seu perfil fica invisível para todas as empresas que já trabalhou e para a empresa que está trabalhando atualmente, basta dar o nome de todas as empresas que você não quer ser visto.

O melhor disso tudo é que o serviço é totalmente gratuito para o candidato e, se for contratado e permanecer por mais de 3 meses, ainda recebe 10% do novo salário de bônus da GeekHunter por participar!

A maior vantagem da GeekHunter é que as empresas buscam os candidatos, não o contrário. Dessa maneira você não precisa se preocupar em ficar distribuindo currículos e correr atrás de oportunidades. É você quem será procurado, invertendo o formato tradicional. A transparência no processo evita entrevistas desnecessárias, pois as empresas vão direto naqueles candidatos que mais se enquadram no perfil procurado, e cabe ao candidato decidir se quer ou não trabalhar na empresa.

 

Para finalizar, lembre-se que networking não deve ser feito somente quanto quiser um novo emprego. Interaja com seus contatos sempre, independente do meio, seja por rede social, email ou telefone. Quando possível, convide alguém fora do seu trabalho para um almoço. Assim você será sempre lembrado.

Quer saber mais sobre como conseguir novas oportunidades? Leia também o texto Currículo 2.0: dicas avançadas para talentos fora da curva.

 

banner-candidato

Veja também

Comentários

comentários

Cancelar