Skip to main content
recrutadora entrevistando candidata

Como elaborar uma entrevista de emprego sem erros?

Elaborar uma entrevista de emprego não é fácil. Para muitos RHs falta entender que o candidato também é seu cliente. Afinal, assim como um cliente final, ele pode fazer um poderoso marketing boca a boca. E esse marketing pode ser positivo ou negativo, aí é você que escolhe.

Todo o processo de recrutamento e seleção deve ser construído com esse mindset. Mas, nenhuma das etapas é tão decisiva e esclarecedora para candidato e empresa quanto a entrevista.

Em nosso artigo sobre recrutamento online nós falamos sobre a importância de não se deixar levar apenas pela ocasião da entrevista, mas isso não quer dizer que ela não seja uma das (ou talvez a mais) etapas mais importantes.

Um passo em falso pode custar um talento, ou até mesmo custar prejuízos à marca empregadora. Por isso o papo de hoje é com o recrutador: como você entrevista?

Será que passa boas impressões? Será que cria “advogados de marca” ou “decepcionados de marca”? Acredite, a forma como você faz impacta MUITO a empresa como um todo.

É hora de planejar a melhor entrevista da sua carreira. Vamos lá? 🙂

Leia o CV do início ao fim

recrutador analisando curriculo de candidato

Não escaneie o currículo: leia, interprete, explore e faça anotações sobre cada citação do currículo. Depois que você triar os melhores CVs é hora de iniciar um verdadeiro trabalho
de People Analytics.

Releia os currículos e anote tudo, tudo o que chamar atenção. São essas anotações que darão início ao questionário da entrevista, e é bem importante que cada questionário seja único e personalizado para extrair o máximo de cada candidato.

Ao analisar o CV não se esqueça de também ir estudando em suas respostas, bem como um vendedor faz antes de uma videoconferência. Entenda a necessidade do candidato e baseie suas respostas no suprimento delas.

Montando um questionário e uma comunicação eficiente

Como falamos anteriormente, o questionário se originará da interpretação do currículo. Esqueça as perguntas genéricas, pois além de não te dizerem nada e você perder tempo, causará uma má impressão em um candidato que chega cheio de empolgação.

Dar o que o candidato quer é preciso. Dizer o que o candidato quer ouvir – claro, desde que seja realmente verdade – também é preciso.

Exemplo: Candidato já trabalhou em 4 startups e têm uma comunicação bem informal no CV.

Argumento: Incorpore essa comunicação na entrevista. Entre no candidato e apresente a empresa no mesmo formato.

Não tem noção de como começar o questionário? Nós montamos um pack de 12 perguntas para entrevista de desenvolvedores. Se não for o seu caso, você pode adaptar à realidade da sua empresa e do seu candidato também.

Planejando a entrevista de emprego

A essa altura do campeonato acreditamos que você já tenha bem claro na mente os perfis que necessidade. Certo?

Caso a sua contratação seja de um profissional de tecnologia, nosso Guia Prático de Contratação de Desenvolvedor pode ser bem útil. Nele, trazemos dicas práticas que vão desde a aquisição até a seleção de candidatos.

Bem, o checklist para a entrevista seria mais ou menos o seguinte:

  • Definição do que espera-se do contratado;
  • Montar o job description;
  • Bater job description e currículo: a atração funcionou?
  • Não funcionou? Remodele a atração, revisando canais e descrição da vaga;
  • Dos 30 currículos analisados, saíram 5 bons candidatos;
  • Quais perguntas fazer para cada um deles?
  • Montar um discurso vendedor com base nos currículos
  • Montar uma apresentação da empresa e uma breve apresentação pessoal
  • Grave a entrevista! Ao anotar, você pode perder pontos da fala do candidato

Atuando na entrevista de emprego

recrutadora se apresentando para candidato na entrevista de emprego

Apresente-se e apresente a empresa

É aqui que entra o discurso vendedor de que falamos. Com a análise do currículo você terá bons insights de como vender a sua empresa para o candidato (Sim, faça isso mesmo que durante a entrevista você perceba que não há sinergia).

E não, isso não quer dizer que você está sendo frio(a). Existem n motivos pelos quais um candidato não está alinhado a uma vaga. Se hoje ele não está, quem sabe amanhã esteja?

Não descarte nada.

Em sua apresentação, fale um pouco da sua história e da história da empresa, de modo que o candidato não se sinta “o necessitado do emprego”. Faça com que ele sinta uma entrega mútua, onde a sua empresa também precisa dele.

>>Leitura recomendada:

O que é Employer Branding? Você sabe? Não? Entenda como evitar erros na hora da entrevista pode ser benéfico para a reputação da sua marca empregadora.

Vá além do job description

O ponto nº 1 deste artigo é: venda o cargo que tem em aberto. Simplesmente venda-o, como se fosse ser comissionado(a) por isso.

Vamos supor que você fez uma descrição de vaga incrível. Investiu tempo em criar uma boa visão da empresa, colocou tudo sobre a vaga, enfim, fez algo bem completo.

Vai repetir tudo isso na ocasião da entrevista? O candidato não se deslocou até sua empresa para isso. Se ele for mesmo engajado, deseja tanto conhecer a empresa como a empresa deseja conhecê-lo.

Não tem problema frisar o que você já falou no job description, mas busque trazer informações mais humanas à entrevista. Isto é:

  • Temos o dia dos pets aqui na empresa. Geralmente recebemos um gatinho, um cachorrinho…” e por aí vai!
  • Geralmente almoçamos juntos no restaurante x” e “o pessoal pede o açaí da lanchonete y

Esqueça o roteiro mecânico. Planeje o que falar, mas esqueça roteiros engessados que dizem que no minuto 14 da entrevista você deve começar as perguntas. Deixa rolar!

>>Leitura recomendada:
Como avaliar um candidato pela internet?

Terminou de falar? Não interrompa o candidato

O entrevistado precisa falar. Tenha convicção de que a pessoa não foi até a sua empresa apenas para lhe ouvir. Com certeza a pessoa precisa da vaga, mas se ele está ali, é provável que sua empresa também precise dele.

Fale tudo o que deseja falar, parte para o questionário e crie uma última pergunta bem livre, que faça com que o candidato sinta-se à vontade para se abrir, improvisar e falar o que vem à mente.

Só assim você pode conhecê-lo.

Faça com que o candidato sinta-se à vontade

Não abuse da formalidade. Sim, pode ser que sua empresa seja uma empresa formal, e não há problema nenhum nisso.

Mas, tratar o candidato como se vocês já se conhecessem também é profissional e faz parte do seu trabalho, já que deixá-lo(a) à vontade é essencial para extrair o necessário. Mas calma lá, também cuidado ao seu informal demais. Isso pode retrair os mais tímidos!

Age normalmente, mas sem forçar. Pergunte sobre a viagem até o local, mas não pergunte sobre onde a pessoa comprou a roupa dela. Pergunte como está o clima na rua, mas não se ela está vindo do seu trabalho atual. É nesse nível.

Pegou o feeling?

Montando uma mesa

Para ajudar o candidato a se sentir à vontade, monte uma mesa de café. Pode ser simplesmente uma bandejinha com água gelada, alguns biscoitos, balas e café.

Esse tipo de atitude faz com a pessoa se sinta acolhida e também dá margem para que entenda que a sua empresa é uma empresa acolhedora.

Seja educado(a), mas também direto(a)

Quando a entrevista estiver no fim, lembre-se de não exagerar na expectativa do candidato. Gostou muito? Ok, espere para conhecer os outros. Trate todos os candidatos com a mesma atenção e tratamento, certo?

Nunca se sabe se o último candidato entrevista é o mais qualificado de todos. E aí, se você já deu muita esperança para o terceiro, como é que fica?

Aqui também pode causar alguns ruídos à imagem da empresa. Por isso, demonstre uma gestão aberta, mas também direta. Jamais diga coisas, como:

Eu te adorei. Por mim você está dentro!

Se a pessoa não for escolhida, isso pode causar danos terríveis à reputação da sua empresa. Prefira um:

Bom, a entrevista foi ótima. Fico feliz que tenha vindo. Ainda temos x candidatos para entrevistar e em breve você receberá um retorno. Boa sorte!”

Seja sincero(a), mas também empático(a)

Esse é um dos principais dilemas do RH, afinal, nós somos seres humanos acima de tudo.

Às vezes é impossível esconder que você gostou ou não de um candidato. No entanto, tratar com educação é essencial.

Vá até o fim, não corte a entrevista de maneira explícita, cumpra o script e assuma a responsabilidade por não ter deixado passar um currículo não tão alinhado. Lembre-se de que, você, recrutador, é o guardião da reputação empregadora.

Dê uma previsão de resposta

A previsão de resposta é o fechamento de uma entrevista bem sucedida. Concorda que não é custoso sugerir uma data para a resposta?

Ah, mas não se esqueça de que, não adianta prometer e depois não dar um retorno. Prometeu, cumpriu.

Por isso, é importante calcular esse prazo antes da entrevista, para não gerar uma ansiedade desnecessária e manter a transparência no processo, do começo ao fim.

Bônus: trabalhe os candidatos que não fecharam

São múltiplos os motivos pelos quais uma vaga não é fechada, concorda? Para aproveitar os candidatos que não fecharam, mas sua empresa gastou para adquirir, que tal separá-los em categorias e depois trabalhá-los? Uma sugestão de separação poderia ser:

  • 1. Candidatos que desistiram

1.1 Candidatos que desistiram por motivo x
1.2 Candidatos que desistiram por motivo y

1.3 Candidatos que desistiram por motivo z

  • 2. Candidatos desclassificados por motivo x, y e z;

Aposte em fluxos de e-mail com conteúdos sobre carreira, em convites para eventos e até em indicação destes candidatos para outros empregadores.

Isso é ir além de uma entrevista de emprego bem sucedida. Isso é trabalhar a reputação da marca empregadora do começo ao fim.

Que tal aplicar na sua empresa e depois compartilhar conosco o resultado?

Como elaborar uma entrevista de emprego sem erros?
5 (100%) 1 vote
Penélope Victória

Penélope Victória

Uma viciada em aprender qualquer coisa. Marketing Digital é uma dessas "coisas" que devora e nem vê o tempo passar. A paixão especial é pelo SEO. Cinéfila assumida, nas horas livres também costuma pegar a bike e ir para bem longe!
Penélope Victória

Últimos posts por Penélope Victória (exibir todos)