Geekhunter: um time que conhece as dores do recrutamento em TI

As transformações tecnológicas fizeram surgir um novo RH, mudando tudo em recrutamento e seleção de talentos, em especial nestes últimos 10 anos. Big data, inteligência artificial, machine learning, técnicas diferenciadas de entrevistas.

Você, que trabalha com recrutamento e seleção, sabe que não é exagero dizer que essa é uma das áreas que mais foi impactada pela transformação tecnológica, certo?

 

Novos processos, práticas, ferramentas e também um novo perfil de candidato.

Eu sei como você se sente.

E não é só por ser content manager de uma plataforma que atua com  atração e seleção de talentos da programação e outros profissionais de TI. É também por ser jornalista.

Hein?

O que recrutadores e profissionais da comunicação têm em comum? Algumas dores, como mostrarei para você.

Recrutador, acredite: entendo bem o que você sente! E não sou apenas eu que tem essa habilidade por aqui.

 

Nossa equipe vive as dores do recrutamento no dia a dia

O recrutamento e seleção de talentos mudou? Vamos juntos!

O nosso dia a dia na Geekhunter é totalmente dedicado a ajudar as empresas na atração e seleção de top desenvolvedores e outros profissionais do mercado de tecnologia. Além disso, faz parte da nossa rotina auxiliar esses talentos a acessarem as melhores vagas nas melhores empresas.

Desde 2015, quando surgiu a nossa plataforma de recrutamento inteligente, aprendemos muito ouvindo os dois lados.

E fomos evoluindo junto com você!

O resultado é que somos hoje especialistas nos principais desafios que envolvem a relação recrutador-candidato na área de TI.

Isso significa que adoramos dividir com você os nossos conhecimentos práticos. E concordamos em gênero e número: é uma área desafiadora porque está em constante transformação.

Depois dá uma olhada nesta matéria da Época Negócios, que traz um apanhado sobre tendências que estão mudando a forma de contratar. Todas elas têm ganhado espaço aqui no blog.

 

Voltando às dores do recrutamento em TI

Deixa eu contar para você que há um ano e meio mais ou menos venho acompanhando a rotina dos Geekhunters para produzir conteúdos que ajudem empresas e candidatos a entenderem como se posicionar e tirar o melhor proveito da nova realidade de mercado.

E, uau, a minha experiência criando materiais sobre esse tema não poderia ser mais gratificante. É que, de cara, houve uma super empatia. Sabe por quê? Eu também venho de áreas em que a tecnologia fez tudo virar de ponta-cabeça  – o Jornalismo e a Propaganda.

Quem entrou no mercado, como eu, ali na virada da década de 1980/90, nunca imaginaria o que estava por vir. Comunicação online, cada pessoa transformada em uma mídia. Foi uma tsunami, que varreu também a área de RH, trazendo conceitos como boa experiência do candidato, fit cultural, técnicas de SEO, inbound marketing, funil de seleção…  

No Guia Prático para automatizar e bombar o seu recrutamento, falamos que até o surgimento do Excel, em 1985, a palavra “planilha” remetia a algo completamente diferente: folhas de papel onde se armazenavam dados – à mão ou via máquina de escrever. Qualquer mudança feita em uma das linhas ou colunas, e tudo tinha que ser preenchido de novo, recalculado.

Já pensou a chance de erro?

Como se não fosse o bastante, havia a missão de organizar tudo em pesados arquivos de ferro, como forma de manter os dados sob o maior controle possível. Sem falar na rotina de compra de anúncios em jornais impressos, produção de cartazes listando vagas, recebimento de pilhas de currículos impressos, marcação de entrevistas pessoais.

 

Chegar ao candidato ideal era quase levar sozinho na Mega sena!

Voltando ao meu caso de jornalista/publicitária, eu costumo dizer inclusive que 70% dos conhecimentos práticos, processos, ferramentas que usei em mais de 20 anos de carreira, só vão servir para contar história um dia, quem sabe, para os netos.

Os restantes 30% da minha bagagem, eu preciso fortalecer e complementar diariamente com novos conhecimentos, processos e ferramentas. Sim, lifelong learning.

Exatamente como os recrutadores em TI, não?

É por isso que para mim é motivador demais poder ajudar profissionais que passam pelo que eu passo e tão bem entendo 😉

 

Tecnologia para ajudar o que a tecnologia mudou

O legal dessa história é que a tecnologia, que causou toda essa mudança, é exatamente o que pode ajudar a reinventar profissões como a nossa. E mais: pode agregar valor ao seu trabalho, fazendo com ele fique mais ágil, assertivo e inteligente.

Sabe aquelas questões recorrentes como:

O que priorizar na seleção de um desenvolvedor?

Como atrair os melhores para o seu time?

Quais os principais mitos e erros na hora de escolher um dev?

A partir da experiência de um time que vive diariamente o mundo do recrutamento de desenvolvedores, nós da Geekhunter temos muitas dessas respostas. E aprendemos na prática com as mais de 2 mil empresas cadastradas na plataforma! A gente se empenha em compreender, pesquisar, ouvir mais e compilar essas descobertas em materiais que façam a diferença para você.   

Acompanhe nossos canais e mande suas dúvidas. A gente vai ter o maior prazer em responder e trocar informações e impressões com você.

Estamos sempre produzindo conteúdos exclusivos para ajudar em todas as questões referentes ao recrutamento e seleção de talentos em tecnologia.

Nosso objetivo?

Contribuir para que você leve a tarefa de atração e seleção de talento em TI a um patamar incrível.

Aproveite e conheça um pouco mais da nossa plataforma 😉

Contrate os Melhores desenvolvedores na GeekHunter

Veja também