Skip to main content

GeekHunter 2.0: Uma avaliação muito mais completa do seu perfil

A realização de testes de programação é uma boa maneira de validar aspectos técnicos (lógica, organização, velocidade, etc.) de candidatos em uma seleção. Por isso, são aplicados em praticamente todos os processos para vagas da área. Sabemos, no entanto, que não são suficientes para avaliar toda a capacidade e potencial de um candidato.

Por isso a GeekHunter mudou. Estamos lançando uma versão da plataforma que traz uma maneira totalmente nova de avaliar o perfil do candidato. Ahhh! Então a GeekHunter não vai mais aplicar testes em seus candidatos? Os testes serão mantidos! Eles não são mais obrigatórios, mas têm um peso considerável na avaliação do perfil do candidato.

E como a GeekHunter vai identificar os melhores candidatos? Não é mágica, não é adivinhação, nem contratamos um vidente. Diversas características do perfil do candidato serão avaliadas e influenciarão no cálculo do SCORE.

O Score mostra a força real do seu perfil. Agora, para se tornar visível para as empresas, o primeiro passo é preencher o seu perfil e atingir o Score mínimo exigido.

O Score leva dezenas de características em consideração, características essas do candidato, cidade, vagas de trabalho disponíveis na cidade, etc. Quer entender um pouco como o Score é calculado? A gente explica!
Alinhamento com o mercado

Nesse quesito, são avaliadas características do candidato e relacionadas às demandas do mercado. Quanto mais essas características são buscadas por nossos clientes, mais pontos elas valem. Legal! Mas peraí… que características são essas? Me explica isso direito!

Bom, nesse ponto consideramos três principais fatores: foco de carreira, cidade em que deseja atuar, tecnologias que conhece. Basicamente, comparamos a oferta de candidatos e a demanda pelas tecnologias na cidade, levando em consideração também a senioridade do candidato.

Faixa Salarial

Outro ponto que influencia no nosso Score é a faixa salarial do candidato. Esse cálculo leva em consideração o salário atual, a pretensão salarial do candidato e a média salarial na região para candidatos com experiência semelhante.

Um candidato com 1 ano de experiência pedindo R$20.000,00 para trabalhar em Porto Alegre (RS) certamente não vai obter uma boa pontuação. Assim como um profissional com 10 anos de experiência pedindo R$2.000,00 para trabalhar em São Paulo. Quanto mais a pretensão se afasta da média, menor a pontuação.

Caso precise, possuímos uma ferramenta para ajudá-lo a identificar a média salarial para seu perfil em sua região. Para acessar nossa calculadora de salários clique aqui.

Educação

Não poderíamos deixar de fora, é claro, a formação dos profissionais. Muita gente diz “Ah, besteira, não preciso fazer faculdade para programar”. Realmente, não é necessário fazer uma faculdade para ser um desenvolvedor, mas a experiência de fazer uma boa faculdade normalmente agrega uma bagagem positiva na vida do candidato. E as empresas que contratam levam, e muito, isso em consideração!

Com base nisso, adicionamos a formação do candidato no cálculo do nosso score. A escolaridade: formação técnica, superior, pós-graduação, etc, conta pontos. Consideramos ainda uma nota extra para quem realizou o curso em alguma universidade de referência (Universidades federais, ITA, Unicamp, etc.), mesmo que o autodidatismo inerente à área seja bem-recebida por um bom número de empresas.

Testes

Como citamos no início do post, os testes não são mais obrigatórios, mas têm um papel significativo no valor do score. Os testes realizados de maneira alguma diminuem o score do candidato, eles sempre agregam de maneira proporcional à nota. Caso o candidato tire menos que 60% em um teste, a contribuição dele para o cálculo do score será pouco significativa, mas existirá. Acima de 60% o valor começa a ficar bastante representativo.

Além da ajuda no score as empresas têm preferências por candidatos com teste realizados! Portanto, recomendamos fortemente a realização deles.

Outros fatores influenciadores

Temos outros fatores que influenciam no Score do candidato, alguns de maneira mais significativa outros menos.

Abaixo, podemos observar um resumo dessas características:

  • Momento de carreira: se está buscando trabalho para iniciar imediatamente; se está empregado, mas buscando emprego; ou se não tem interesse em novas propostas.
  • Línguas: grande parte das empresas buscam candidatos com bom nível de inglês, então essa característica também possui um valor significativo.
  • Vídeo: um breve vídeo falando sobre sua trajetória e conhecimentos é uma ferramenta interessante para os entrevistadores e pode encurtar um processo seletivo.
  • Perfil: completar o perfil na GeekHunter é algo necessário, é a maneira que temos de conhecer nossos candidatos e apresentá-los para as empresas. Mas reconhecemos seu esforço por disponibilizar todas essas informações e investir seu tempo no preenchimento do perfil. Por isso, ao concluir seu perfil você ganhar muitos pontos.

 

banner-candidato

Comentários

comentários

Cancelar