tela de computador com codigos de programacao

Um guia para o programador iniciante

Conforme passam os anos, a tecnologia vem fazendo parte das nossas vidas com mais frequência, desde um simples smartphone até geladeiras com touch screen e espelhos inteligentes (smart mirrors). 

Com a programação não é diferente, ela está inserida em todas as áreas da tecnologia moderna.

Quem quer ingressar na área tecnológica e focar no ramo da programação terá que entender que há alguns requisitos quase que obrigatórios para o mercado de trabalho. Dentre eles está o raciocínio lógico aguçado e o inglês.

A programação engloba várias áreas de estudo e atuação, sendo algumas delas o desenvolvimento de sistemas web, sistemas desktop, aplicação mobile, machine learning (aprendizado de máquina), A.I (acrônimo do inglês, artificial intelligence ou no bom português, inteligência artificial), área de estatísticas, física médica, etc…

A matemática é essencial para todos aqueles que desejam se tornar programadores, especialmente quem deseja entrar para o mercado de estatísticas, física médica ou análise de dados.

Basicamente, grande parte de seus estudos será voltado para a matemática.

Aos futuros programadores que desejam focar os estudos em desenvolvimento de sistemas, sejam eles web, desktop ou mobile: tenham em mente que aprender a ler documentações e ter uma boa noção de padrões de projetos (design patterns) é de grande importância.

Não se esqueça do inglês. Como citado no parágrafo anterior, ler documentações será de vital importância e a maioria está escrita em inglês. 

Um bom programador tem que estar em dia com o inglês e saber, pelo menos, ler bem e entender os conceitos técnicos citados no texto quando começar a ler um.

Agora que você já sabe um pouco sobre os pré-requisitos mínimos para ingressar na programação, podemos tirar algumas dúvidas que, normalmente, surgem na cabeça de quem quer ser um programador:

Como encontrar a área que gosto no meio de tantas opções?

bifurcacao no caminho

Essa talvez seja uma das perguntas que mais ecoa na cabeça dos pretendentes.

Vamos pontuar as algumas das áreas em que o futuro desenvolvedor ingressará, com intuito de facilitar sua vida na hora de tomar uma decisão.

Programação Web

Foco em desenvolvimento de sistemas para internet, desde um simples controle de estoque até um ERP para gestão de empresas pequenas e grandes.

Programação Desktop

O programador que escolher esse foco de atuação no mercado tem que entender que essa área é totalmente diferente da programação web, não pelas tecnologias usadas na hora do desenvolvimento.

No desenvolvimento de sistemas desktop se aborda muito o foco de usabilidade e performance, mais do que nos sistemas web.

Isso se deve  ao fato de que o sistema desktop rodará diretamente na máquina do usuário. Ou seja, usará 100% do computador em questão.

O pretendente que escolher desenvolver sistemas desktop trabalhará desde pequenos módulos, como um leitor de arquivos, até grandes aplicações como um sistemas para controle de frotas de veículos de carga.

Programador Mobile

Tenha em mente que, hoje, essa área está em grande crescimento.

O mercado necessita de desenvolvedores que tenham conhecimento em design UX/UI e que saibam construir uma aplicação mobile do zero.

>>Leitura Recomendada:
Leia nosso artigo sobre as novidades do Swift 5

Analista de dados e B.I

Essa área é para aqueles que gostam de números e estatística. 

Aqui será requerido de você, na maior parte do tempo, conhecimento sobre leitura de dados, organização desses dados e a criação de um dashboard para expor as informações recolhidas.

Web Design

Aqui o profissional terá maior contato com a publicidade. Será de extrema importância que tenhas conhecimento em design responsivo, UX/UI.

Além disso, terá de trabalhar em boa parte do tempo com tecnologias fora da programação que envolvem a parte gráfica, como o photoshop por exemplo.

Veja que citamos apenas alguns ramos da programação, mas essa área vai muito além.

>>Leitura Recomendada:
Programação para iniciantes: por onde começar?

Por onde o programador iniciante deve começar?

tela de computador com codigos de programacao

Com a evolução da frequente da área, é de grande importância que você saiba de onde deve partir. 

Listei abaixo alguns tópicos a serem abordados, caso queira ser um programador requisitado no mercado tecnológico e não ficar para trás.

Lógica de programação

É comum para quem está começando como programador ouvir falar sobre isso, porém poucos dão a devida importância. 

Aguçar seu entendimento e raciocínio lógico faz com que você resolva questões não apenas matemáticas, mas assuntos do cotidiano com mais facilidade. 

Então, sem dúvidas, comece por aqui.

Padrões de projeto

  • Você já deve ter ouvido falar nesse tópico, com o nome em inglês “Design Patterns”

Na programação esse termo se refere a soluções para problemas recorrentes quando se trata do desenvolvimento de um software. 

Isso não se refere a um framework ou algo do tipo, na realidade quando nos referimos a padrões de projetos estamos falando de metodologias a serem aplicadas em um projeto. 

Talvez esse seja o tópico mais importante desse artigo.

No fim das contas todas as linguagens, frameworks, bibliotecas acabam sendo a mesma coisa, o que vai diferenciar um sistema de outro é a forma em que ele é programado.

Após ter o entendimento desses dois passos, agora você já pode partir para os conceitos mais técnicos.

Linguagens de programação

É importante começar por uma linguagem de programação que tenha uma comunidade bastante ativa, onde você poderá encontrar fáceis soluções para os seus problemas.

Isso não é muito difícil hoje em dia, veja algumas das linguagens de programação mais utilizadas nos dias de hoje:

Javascript

Talvez seja a linguagem de programação que mais cresceu e ganhou mercado nos últimos anos.

Python

A linguagem com o maior nicho de atuação do mercado de trabalho. Sendo assim, é fácil encontrar ajuda em qualquer área de atuação.

PHP

Hoje talvez seja a maior comunidade de desenvolvedores, pelo menos no Brasil. A linguagem é usada desde criação de blogs até o desenvolvimento de sistemas grande e aplicações REST.

Java

Mesmo após tanto anos de atuação, Java é uma das linguagens que mais dominam o mercado de trabalho, concorrendo com qualquer linguagem atual.

>>Leitura Recomendada:
[Hacks e dicas] Como ser um bom programador

Orientação à objetos

POO é um paradigma da programação que tem como objetivo utilizar “objetos” na construção de um software. 

Um objeto tem como principal função abstrair algo do mundo real com atributos que representam suas propriedades ou métodos.

 Aproveite que POO está na moda e corra atrás.

Há diversos conteúdos gratuitos na internet referentes a esse tópico. Segue algumas linguagens que usam desse paradigma: php, python, lua, java, ruby, perl, Csharp, swift e  object pascal.

Banco de dados

Um dos pilares mais importantes para qualquer um que deseja se tornar um programador. Já se foi a época em que tudo era gravado em um arquivo local, no computador, e o sistema lia o mesmo.

 Com o passar dos anos, cresceu a demanda de desenvolvedores com conhecimento abrangente em banco de dados.

Hoje temos uma concorrência muito grande no que se chama de NoSQL, do inglês “Not Only SQL”,  termo usado para representar os bancos de dados não relacionais. 

Segue aqui, uma lista do que conferir quando começar seus estudos com banco de dados:

  • Mysql: É atualmente um dos sistemas de gerenciamento de bancos de dados mais populares.
  • PostgreSQL: Hoje é um dos SGBDs (sistemas de gerenciamento de banco de dados) mais avançados. Conta com módulos de consultas complexas, integridade transacional, linguagem procedural, controle de concorrência multi-versão, entre outros.
  • MongoDB: Esse é da família dos NoSQL, sendo o de maior destaque dentro desse nicho.
  • CassandraDB: É o banco NoSQL criado pelo Facebook, no Brasil não é muito utilizado em questões de mercado, mas vale a pena conferir essa incrível tecnologia.

Foram citadas inúmeras formas de adentrar para a área tecnológica e se tornar um programador, mas você deve estar se perguntando: 

“Onde posso aprender tanta coisa?”

E eu te respondo no próximo tópico, dando alguns exemplos de conteúdo gratuito e conteúdo pago, confira.

>>Leitura Recomendada:
Que tal ler o artigo que fizemos sobre as melhores linguagens de programações pro dev iniciante aprender?

Conteúdo de estudos para o programador iniciante

livro aberto com óculos em cima

Segue uma lista de sites, blogs, cursos gratuitos e pagos, para que você não se perca na hora de iniciar sua aventura como programador.

Conteúdo gratuito

Udemy

Uma das maiores plataformas da atualidade, conta com excelentes cursos gratuitos para o pessoal que deseja entrar na área de T.I se tornar um grande programador.

Youtube

Para conteúdo gratuito, sem dúvidas o youtube é o melhor portal. Lá é possível ter acesso a todo tipo de conteúdo sobre programação.

Indico aqui alguns excelentes canais, como: curso em video, Eduardo Mendes, Codigo fonte TV e alguns conteúdos em inglês como o canal do Corey Schafer e Programming with Mosh;

He4rtDevs

 Talvez, a maior comunidade de programadores do Brasil. O grupo conta com programadores experientes e novatos, abrangendo diversas linguagens de programação

Além de programadores, o grupo conta com designers e produtores audiovisuais.

O foco da He4rt é proporcionar o melhor ambiente e conteúdo para a comunidade, de forma gratuita e acessível para todos.

Lembre-se sempre “da comunidade, para a comunidade.

GeekHunter

 A GeekHunter vem com o intuito de prover um serviço de grande expressão no mercado de trabalho, dando oportunidade de diversas formas para o profissional.

Além dos benefícios da plataforma, contam também com um blog que abrange conteúdos de carreira e técnicos e com diversos quizzes, criados para fortalecer a comunidade.

Programathor

Serviço muito bacana que contém um espaço focado no mercado de trabalho, somente para desenvolvedores.

Além de conter um blog, onde dá para encontrar todo tipo de informação sobre a área, desde o mais simples ao mais técnico.

>>Leitura Recomendada:
Segurança de Dados: tudo o que você precisa saber!

Conteúdo Pago

Para aqueles que desejam investir um pouco mais, sempre existe a opção de pagar por cursos online.

Segue abaixo uma lista de alguns provedores de conteúdo pago:

Udemy

Novamente, a udemy aparecendo. Dessa vez citando os conteúdos pagos da plataforma, que sem dúvida é referência na web.

Contam com instrutores super capacitados e disponibilizam a obtenção de um certificado ao término do curso.

Cousera

Talvez você não tenha escutado tanto sobre esse site, mas ele é patrocinado por grandes instituições, que tem como objetivo fornecer o melhor conteúdo online para o público, desde cursos online até graduações.

Alura

Uma ótima plataforma para aqueles que desejam não somente serem programadores, mas também entender das diversas áreas da tecnologia.

O site contém conteúdo sobre o desenvolvimento front-end, Data science, marketing digital, infraestrutura e até mesmo cursos sobre inovação e gestão tecnológica.

Leitura Recomendada:
Como ser um bom programador: 7 comportamentos para evitar

Em conclusão

tela de computador com codigos de programacao

Para finalizar, use a ideia do Gato de Schrödinger (caso não saiba o que é, recomendo que leia sobre).

 Até que tente estudar alguma linguagem de programação e seus conceitos, você não sabe se conseguirá seguir nessa área ou não.

 Até que não tente, ficará com essa dúvida. 

Sendo assim, tente! Aposto que em pouco tempo terá seu primeiro script pronto.

Compartilhar
You May Also Like