Como começar em web back-end do zero?

Front-end e back-end são nomes usados para identificar interfaces de programas e serviços relativos ao usuário. Pera, o que? Vamos pensar em um exemplo para ficar mais claro! Imagine uma casa (ou use a imagem acima de referência). O que você vê nessa casa? Móveis, parede, estantes, janelas, portas. Isso é front-end. E que você não está vendo? A fiação e os canos, por exemplo, certo? Isso nós vamos de chamar de back-end da casa.

Mas hoje vamos focar apenas no back-end!

Falando tecnicamente, o que é esse back-end então? É tudo que o usuário não consegue ver. O back-end é responsável por cálculos, lógica de negócio, interações de database e performance. Ele conversa e dá suporte para os serviços de front-end.

IMPORTANTE: também podemos chamar essa área da programação de server-side. Em português, lado do servidor.

 

Por que aprender web back-end?

 

Toda casa precisa de fiação, certo? Então, todo site precisa de um desenvolvedor back-end. Com isso, você já consegue ter ideia do quanto essa área é importante para a programação.

Você pode atuar como analista de projetos, por exemplo, entrevistando as pessoas que precisam de uma solução para entender quais são as reais necessidades de aplicação. Gosta de escrever? Pode trabalhar na área de documentação e testes, realizando avaliações e testes nos aplicativos e serviços. Agora, você ama muito programar? Então você vai lidar com banco de dados, ler os dados enviados pelo usuário, e analisar os erros. Ah, você vai lidar com a segurança da aplicação, ou seja, será uma pessoa bastante importante.

 

Como aprender back-end do zero?

 

Se você está perdido nesse assunto, não se preocupe. Vou te dar alguns direcionamentos para você se tornar um desenvolvedor back-end. Lembre-se que é um passo de cada vez, certo?

Passo 1: Aprenda como funciona um website. Pesquise na internet, webinars, cursos. Esse passo é bastante básico, mas vai te salvar para os próximos.

Passo 2: Conheça o básico de front-end design. Entenda de HTML e CSS. Esse passo vai te guiar para os fundamentos de programação.

Passo 3: Aprenda sobre variáveis, condições e loops.

Passo 4: Nesse passo você já vai saber o que faz o universo da programação funcionar. Então é hora de focar em linguagens específicas e nos conceitos básicos de back-end.
Existem as tecnologias de back-end voltadas para web, como: PHP, Ruby on Rails, Node.js, Python, entre outras. E também existem as linguagens focadas em soluções desktop, os famosos programas de computadores e sistemas: C, C#, C++, Java.

 

E quais são esses conceitos?

 

Alguns conceitos que envolvem o mundo de back-end e da programação precisam estar na ponta da língua. Vem conhecer os principais:

Servidor: Também são conhecidos por clientes. Um software ou computador com sistema de computação centralizada é chamado de servidor. DNS, Proxy, FTP são alguns exemplos de servidores conhecidos. Se você quer trabalhar com back-end é importante conhecer a maioria deles.

Database: Database também é conhecido como banco de dados. É o cérebro que faz os sites serem dinâmicos. Ele funciona como uma biblioteca cheia de informações. Sabe quando você entra no blog e pesquisa “desenvolvedores”? O Database é quem cuida e se responsabiliza por aceitar sua busca, achar os dados e te apresentar o que você procura. Se o seu plano é ser um desenvolvedor back-end já saiba que precisa conhecer de MySQL, MongoDB e Postgresql, alguns dos principais SGBDs.

API: Nada mais é do que uma interface que permite que dois sistemas se comuniquem. As APIs conectam softwares, aplicações, databases e serviços, substituindo a necessidade de uma programação mais complexa.

Escalabilidade: Como a tecnologia está em constante mudança precisamos de uma estrutura de aplicação flexível para acomodar novos códigos e mais tráfego. Nisso temos a escalabilidade.

Segurança: Essa parte é um dos principais problemas. O desenvolvedor back-end precisa se atentar a práticas de seguranças para impedir ataques. Os formulários de login e outras autenticações são processadas por meio de um HTTPS reforçado? Os dados estão sendo criptografados? Sempre tenha perguntas desse estilo em mente.

 

Depois de seguir todas essas dicas, você já vai ter dado os primeiros passos para seu futuro em back-end. Você não deve parar por aí, é importante estudar sempre.

Mas então, gostou de back-end? O que acha de fazer um curso imersivo e se especializar nessa área? A Mastertech, escola de habilidades do século XXI que transforma pessoas através de cursos e bootcamps imersivos está com as inscrições abertas para uma nova turma de Web back-end.

Larissa Chinaglia
Larissa Chinaglia

Últimos posts por Larissa Chinaglia (exibir todos)

Veja também

Comentários

comentários