laptop com codigos de programacao

Como negociar meu salário de programador

Com o mercado de tecnologia aquecido, saiba a melhor forma de negociar salário de programador!

E já que a quantidade de vagas e a procura é grande, algumas empresas estão dispostas a negociar salários para não perder talentos!

Mas, assim como qualquer negociação, você precisa ter as cartas na manga e o entendimento necessários.

Já que negociar o salário de um programador pode não ser uma tarefa tão simples.

Nesse artigo, você vai ver diversas dicas sobre como negociar seu salário! Acompanhe até o fim.

Por que negociar seu salário de programador

 mulher com mao no queixo e expressao confusa

Diferentemente de outras categorias profissionais, não existe um salário mínimo definido para os profissionais de programação.

Por isso, as possibilidades de negociação são grandes.

Além disso, é preciso sempre considerar que o salário de um programador pode variar de acordo com:

  • Linguagem de especialidade de programação;
  • Cidade de atuação;
  • Tamanho da empresa;
  • Mercado de atuação da empresa;
  • Qualificação e experiência.

Com tantas variáveis em jogo, por que não negociar? Não veja isso como uma afronta ao que a empresa está oferecendo ou desrespeito.

Você possui o seu valor, você estudou e se dedicou muito para chegar ao nível que está hoje, então nada mais justo que receber o pagamento… JUSTO! 😎

“Negociar é uma parte natural e esperada do processo de tentar fechar um acordo. É também um sinal de competência e seriedade.

As empresas geralmente respeitam os candidatos que negociam, e os candidatos mais atraentes negociam (se não por outro motivo, porque, muitas vezes, eles têm muitas opções para escolher)”.

Haseeb Qureshi

OBS.: Você não precisa obrigatoriamente negociar todas as propostas que receber, isso é para casos em que você gostou da empresa e quer insistir nela!

OBS.²: Temos um e-book completo sobre o assunto. Clique abaixo para garantir o seu!

Guia de negociação salarial para devs

O que fazer antes de negociar seu salário de programador

pesquise a media salarial do seu cargo para negociar salario

Como comentado anteriormente, uma negociação exige preparação.

E não deixe para fazer isso em cima da hora, se você estiver em diversos processos seletivos, pode ficar sem tempo para esses pontos que vou apresentar abaixo.

Pesquise a média salarial do seu cargo

Essa dica veio diretamente da Coordenadora de People da GeekHunter, a Karina!

De acordo com ela, conhecer bem o mercado é uma boa maneira de como negociar salário.

A média salarial vai variar por tamanho de empresa, cidade em que ela está localizada, setor de atuação, quantidade de funcionários…

São vários fatores, então não adianta só perguntar para o amigo que trabalha em uma empresa que paga acima da média.

Pesquise no glassdoor, dê uma olhada no LinkedIn, veja as vagas da GeekHunter e se encha de informações para estar preparado!

Aqui mesmo no site da GeekHunter disponibilizamos uma Calculadora de Salários para você se informar!

Defina uma faixa salarial que você deseja receber

Com o estudo anterior muito bem feito, você vai definir alguns valores máximos e mínimos para quando for negociar.

Vou te apresentar um termo que talvez você não conheça: ZOPA.

Na área de negociação, essa técnica, que significa “Zone Of Possible Agreement” ou “Zona de Possível Acordo”, é muito utilizada para negociações de valores. Ela traz flexibilidade para as negociações e facilita a vida dos dois lados.

Como negociar seu salário usando ZOPA? Bem, você vai definir 2 zonas de valores: o salário bruto que você considera mais alto para as suas competências e o salário bruto mínimo que você aceitaria para trabalhar para uma empresa.

Vou dar um exemplo: você definiu que o salário mais alto é de R$5.000 e o mínimo é R$4.000.

Antes de começar um processo seletivo, você vai ter em mente que salários nessa faixa serão aceitos sem muitas barreiras, mas você pode sempre buscar o salário mais alto.

Conheça suas competências

competências são tão importantes como negociar seu salario
Mão na massa! Hora de colocar no papel suas competências!

Você não deve negociar seu salário baseado em suas necessidades pessoais, como estilo de vida e dívidas.

Você deve negociar de acordo com suas competências e experiências, ressaltando os resultados e benefícios que você trará para a empresa.

Essa autoanálise deve ser feita com calma, com antecedência, para que todos os pontos possam ser levantados.

Você pode dividir suas competências em soft-skills e hard-skills, por exemplo.

Dentro das hard-skills, dependendo da sua área de atuação, pode dividir os aprendizados em linguagens, banco de dados, frameworks e mais.

Seja sincero na sua autoavaliação, um erro aqui pode custar caro na sua negociação e no seu contra-cheque todo mês.

DICA: Use a seu favor as características que o recrutador selecionou em você. Você já chamou atenção dele. Reforce as qualidades que te diferenciaram dos outros e apresente novas.

Como negociar salário em entrevistas

Esse é o ponto alto do artigo. Você já sabe o que fazer antes de negociar, já definiu sua ZOPA e sabe muito bem das competências.

Vamos falar sobre como negociar salário na prática:

Seja paciente!

Uma falta grave é tocar no assunto já no primeiro contato com a empresa ou começar a entrevista falando de salário.

Para fazer uma boa negociação, é essencial ser paciente e esperar a situação mais adequada.

O melhor momento é assim que você tem a informação do salário.

Se não concorda, esteja preparado para defender o patamar que você espera.

Algumas empresas trabalham com faixas de senioridade, que são definidas quando você faz um teste técnico. Lembre-se de não vislumbrar o salário mais alto, caso você não tenho o nível para ele.

Contextualize sua expectativas

Durante a entrevista de emprego, é interessante que o candidato seja capaz de esclarecer suas expectativas para o recrutador.

Algumas informações ajudam a contextualizar a situação: a intenção de assumir um cargo de liderança ou de maior complexidade; ou se o profissional está se especializando em determinada área de conhecimento.

Temos um artigo inteiro falando sobre como negociar seu salário durante entrevistas de emprego, aproveita para ler também!

Como fazer uma contraproposta salarial

A contraproposta salarial nada mais é que negociar seu salário. Ela é o mometo em que você apresenta os valores mais adequados para você.

A regra é sempre o bom senso! Você pode sugerir valores mais altos se tiver as competências. Assim como aceitar o valor proposto, caso esteja de acordo.

Todas as dicas aqui se aplicam:

  • Você conhece o mercado e a média dos salários;
  • Definiu as zonas de salários que deseja;
  • Sabe muito bem as competências.

O que responder em “expectativa salarial”

Se surgir a pergunta sobre a pretensão salarial, o mais apropriado é, antes de apresentar um valor, questionar sobre a faixa salarial ofertada.

Nesse momento, você conseguirá aplicar suas zonas de negociação. Fale também sobre suas competências, se ainda não tocaram nesse assunto.

Lembre-se também do contexto. Você almeja cargos mais altos? Está se especializando? Tudo isso conta.

Dicas extras na hora de negociar seu salário de programador

como negociar salário também é sobre propósito
Nã oconsidere apenas o salário na sua negociação salarial!

Dê motivos reais

“Declarar um motivo – qualquer motivo – faz com que o seu pedido pareça ‘humano’ e importante. Não é você sendo ganancioso, você só está tentando cumprir seus objetivos.”

Isso significa que você deve apresentar ao recrutador os motivos reais que o fazem negociar o salário.

Tenha mais que objetivos financeiros

Mostre ao recrutador que o dinheiro é importante, mas que o desenvolvimento, os mentores e o aprendizado também tem um grande peso na sua escolha.

Não se prenda apenas no salário

Em muitos casos, a empresa tem interesse, mas não pode oferecer um salário tão alto, devido ao orçamento, planejamentos etc.

Por isso, se vocÊ também tiver interesse, tente negociar benefícios como vale-alimentação, planos de saúde, benefícios financeiros…

Honestidade sempre!

A honestidade é fundamental em um processo de negociação. 

Por isso, se perceber que a empresa em questão não lhe atraia o suficiente, ou que a negociação não vai dar em nada, o melhor a fazer é desistir do processo de seleção.

Também deixe claro quando estiver com outras propostas em mãos. Não com a intenção de aumentar seu salário, pois isso pode ser visto como algo negativo.

De todo modo, experiências como essas servem para prepará-lo para oportunidades melhores e desenvolver ainda mais as suas habilidades de negociação.

O que considerar ao negociar o salário de programador

duas pessoas apertando as maos

Agora é com você! Que tal colocar já essas dicas em práticas e desenvolver suas habilidades de negociação salarial?

Muito além de aumentar suas chances de conseguir o salário de programador desejado, a negociação é parte de nosso dia a dia, e pode ajudar você a ir muito além dos ganhos financeiros ao final de todo mês.

É através da negociação que você conseguirá firmar parcerias, desenvolver novos projetos e mesmo aumentar o seu networking.

E tudo isso terá um peso enorme no seu salário de programador.

E se você tem alguma dica, conte pra gente nos comentários!

Criamos um material super completo sobre esse assunto, tenho certeza que você vai gostar:

Guia de negociação salarial para devs

Compartilhar
You May Also Like