carta-de-apresentacao

Passo a passo para uma carta de apresentação perfeita

Ter uma boa carta de apresentação profissional na manga para quando você conhece alguém que pode te ajudar a crescer profissionalmente (como um entrevistador, supervisor, mentor ou uma nova conexão) pode te ajudar a estabelecer uma reputação positiva com essas pessoas influentes.

Nem todo mundo, no ramo de tecnologia, tem cartas de apresentação para oferecer, muito menos cartas bem escritas, então dar atenção a esse ponto vai te diferenciar de outros(as) candidatos(as)!

Essa é uma exigência mais comum de empresas estrangeiras do que brasileiras, mas além de algumas empresas de tecnologia pedirem cartas de apresentação aqui mesmo no Brasil, com a popularização do trabalho remoto, é possível se candidatar para vagas em outros países.

Neste artigo, descrevemos o que é e por que as apresentações profissionais são importantes, te dando instruções e exemplos para se apresentar e sair na linha de frente do processo seletivo!

Veja como criar um currículo matador como programador!

O que é uma carta de apresentação

Entenda o que é uma carta de apresentação e a sua importância em um processo seletivo.

Uma carta de apresentação é um texto escrito que explica quem é uma determinada pessoa.

Hoje em dia, pode ser que essa carta de apresentação seja pedida em forma de um vídeo de 30s a 2min.

Você pode escrever uma carta introdutória para se apresentar em uma seleção para uma vaga de trabalho ou para se apresentar para uma pessoa específica com quem quer fazer contato, ou ainda em grupos de comunidades ou profissionais.

A carta de apresentação é um documento que acompanha o currículo e costuma não ter mais que três parágrafos, ou seja, é conciso.

Com a carta de apresentação, a pessoa candidata a uma vaga em desenvolvimento consegue mostrar, de forma mais individualizada, as habilidades e competências únicas que a tornam a pessoa ideal para a vaga em questão.

Apesar de parecer um pouco intimidador a princípio, esse documento pode ser um dos seus grande aliados para causar impacto logo no começo do processo seletivo.

Ele permite que você mostre seus interesses e vontades de forma mais pessoal e diretamente à pessoa recrutadora.

Por que criar uma carta de apresentação para programador

Ainda que não seja uma exigência da empresa, é sempre recomendável escrever uma pequena carta de apresentação e anexá-la ou enviá-la junto com o seu currículo.

É um diferencial que reforça o seu interesse e entusiasmo por aquela oportunidade e que pode fazer a diferença.

Especialmente em comparação aos concorrentes que não tiveram a atenção necessária para redigir este documento.

Saber se apresentar profissionalmente traz muitas vantagens.

Você pode ser percebido(a) como alguém autoconfiante e capaz quando sua apresentação começa forte.

Uma boa abertura pode tornar sua conversa mais envolvente, seja qual for o seu objetivo (conseguir um emprego, vender seus serviços, conseguir um(a) mentor(a) ou simplesmente fazer uma nova conexão profissional).

Estabelecer-se como uma pessoa aberta, amigável e profissional pode criar oportunidades para você ao longo de sua carreira.

Além disso, é o espaço ideal para você adicionar ainda mais valor ao seu currículo, que é, por definição, mais frio e técnico.

Suas experiências foram boas mas você quer destacar algo ainda melhor? Participou de um projeto incrível e não conseguiu demonstrar isso no currículo? Trabalhou em algum projeto voluntário?

Aqui é o lugar de reforçar esse tipo de informação.

Falando nisso, veja 20 dicas para você subir de cargo como programador!

Os diversos tipos de carta de apresentação

Os tipos diferentes de cartas de apresentação são importantes na hora de você enviar um currículo.

Os diferentes tipos de cartas de apresentação são importantes na hora de enviar um currículo de TI.

Além desses tipos, você pode ver alguns modelos de carta de apresentação que podem ser úteis para um(a) programador(a).

Carta de apresentação profissional

Este é o tipo mais comum de carta de apresentação. Ela é mais formal e inclui as informações de contato da pessoa candidata.

Hoje em dia é mais comum que seja enviada como um arquivo word ou PDF quando você se cadastra em uma plataforma de recrutamento, como a GeekHunter, ou por e-mail (se este for o caso, veremos alguns pontos de atenção extra mais pra frente).

Estrutura da carta de apresentação profissional

A estrutura de uma carta de apresentação de TI é a seguinte:

  • Cabeçalho: Aqui, podem ser incluídos os nomes completos de remetente e destinatário, endereços, números de telefone, cargo do empregador e a data.
  • Introdução: É a hora de mostrar a que veio, incluindo todo o seu entusiasmo e vontade em fazer parte daquela empresa. 
  • Corpo: De forma concisa, explique que competências profissionais e experiências passadas tornam você um candidato ideal para este trabalho. Aqui, você pode incluir resumidamente de que forma e o que você pode aportar à empresa. 
  • Fechamento: Uma finalização cordial, agradecendo ao recrutador pelo tempo em ler a sua apresentação e pela oportunidade. 
  • Assinatura: O seu nome completo e a sua assinatura. 

De forma geral, a carta de apresentação não deve conter mais de três parágrafos (excluindo o cabeçalho e sua assinatura).

Muitas pessoas se apresentam informando seu nome e cargo atual, mas você também deve tentar adicionar informações que seu novo contato não encontraria no seu cartão de visita.

Uma sugestão é começar com o seu nome e, em seguida, dizer qual é sua paixão e mencionar qual é seu objetivo com o contato que está procurando estabelecer.

Seus entrevistadores já sabem para qual posição você está se candidatando, então faça sua apresentação profissional de maneira que fique claro por que você é uma boa pessoa candidata para o cargo.

Um exemplo de introdução seria:

“Meu nome é Maria, sou apaixonada por tecnologia e me mudei para Recife por que admiro muito a comunidade de tecnologia que a [empresa] está criando aqui. Tenho uma vasta experiência com desenvolvimento mobile para Android e adoraria falar sobre os pontos fortes que posso trazer para a equipe nessa função.”

É uma forma resumida e objetiva de começar a se apresentar. Todos os outros detalhes estarão no currículo ou serão informados em uma potencial entrevista de emprego.

Dica de ouro:

Escreva uma boa carta de apresentação base, mas procure fazer pequenas adaptações para a empresa que está enviando.

Pesquise sobre a cultura da empresa antes, revise seu site ou páginas de mídia social para ver como se comunicam e o que valorizam.

Se a empresa parecer mais casual, pode valer a pena colocar uma pitada de humor na sua introdução.

Carta de apresentação por email

Caso sua carta seja enviada por e-mail, existem alguns pontos de atenção específicos para causar uma boa impressão:

  • Assunto do email: É interessante incluir a vaga e o seu nome, para que o recrutador entenda brevemente sobre o que se trata o contato.
  • Anexo: Se foi solicitado o envio da carta por anexo, certifique-se de enviar como um documento de Word ou pdf e nomeie o arquivo também de forma clara. Exemplo: Carta de Apresentação – Maria.
  • Carta no corpo do email: Em vez da assinatura a mão, não se esqueça de incluir o seu nome completo e um número de telefone, para facilitar o contato. 

Carta de apresentação para estudante ou profissionais sem experiência

A falta de experiência não é desculpa para deixar de redigir uma carta de apresentação.

Nesse caso, foque em suas habilidades e pontos fortes que podem te destacar para o emprego em questão.

Toda e qualquer experiência que tenha relação com a vaga ou que o auxiliou no desenvolvimento de habilidades e conhecimentos é importante de ser mencionada: hobbies, a participação em clubes e associações, viagens de intercâmbio, cursos e seminários, e por aí vai.

A estrutura básica da carta é a mesma que apresentamos antes, a diferença é como você preencherá os parágrafos:

Primeiro parágrafo

O primeiro parágrafo deve dizer quem você é, onde estuda, qual é o emprego para o qual está se candidatando e como descobriu a vaga.

Se você conhecer alguém na empresa e puder citar essa pessoa (sempre peça permissão antes), isso pode te ajudar muito.

Por exemplo: Meu nome é Paulo e sou calouro na UFSC, onde pretendo me formar em Ciência da Computação. Um veterano do departamento encaminhou seu panfleto sobre o estágio na [especificações da vaga, departamento, etc]. Estou muito interessado no estágio, que parece ser o meu trabalho ideal.”

Ou ainda melhor: “Marta Silveira, que estagiou no departamento [especificação], sugeriu que eu me candidatasse ao seu programa de estágio.”

Dica: Todos os candidatos a emprego, mesmo os calouros da faculdade, devem ter um perfil no LinkedIn, que pode ser um ótimo lugar para descobrir se você conhece alguém ligado à empresa onde deseja trabalhar.

Segundo parágrafo

O segundo parágrafo tem que juntar os pontos entre você e o empregador. Encontre as palavras-chave do anúncio de vaga e incorpore-as nessa parte da carta.

Também passe pelo menos uma hora no site da empresa estudando sobre eles. Se a empresa tiver um blog, leia vários artigos.

Como já dissemos, confira a presença da empresa nas redes sociais e faça uma ampla pesquisa no Google. Descreva objetivamente como suas habilidades e experiências atendem aos desafios apresentados na descrição da vaga.

Se você é um(a) calouro(a) na faculdade, você pode citar experiências adquiridas em trabalhos realizados para as suas disciplinas e pode, inclusive, incluir uma carta de recomendação de um(a) professor(a).

Por exemplo: “Vejo que você está procurando um(a) iniciante(a) com conhecimento em Java. Na [disciplina] eu desenvolvi [descrição do seu projeto].”

Terceiro parágrafo

No terceiro parágrafo, aproveite para citar trabalhos em grupo que foram bem sucedidos, pois empresas se dividem em equipes e a habilidade de trabalhar bem com outras pessoas e alcançar os resultados desejados é sempre bem-vinda.

Outra habilidade que pode ser citada é a resolução criativa dos problemas apresentados pelos professores.

E mais uma vez, se você tiver um(a) professor(a) que esteja disposto(a) a te recomendar como uma uma pessoa dedicada, criativa, esforçada e que trabalha bem em equipe, você estará apresentando para a empresa soft skills muito valiosas.

Finalização

Finalize a carta dizendo que a oportunidade aberta pela seleção te deixou muito animado(a) e que está disponível para uma entrevista (então lembre de deixar seu número de contato).

Conheça os profissionais de tecnologia mais valiosos do mercado!

Como criar a sua carta de apresentação: dicas finais

Deixamos aqui algumas sugestões finais para que a sua candidatura seja um sucesso:

  • Seja conciso: Ser objetivo e breve vai ajudar a pessoa recrutadora a ler a sua carta.
  • Demonstre que você pesquisou sobre a empresa: Inclua informações sobre a empresa e a vaga que, ainda de forma rápida, demonstre que você sabe onde está e por que está se candidatando a esta vaga específica.
  • Quem Indica (o famoso “QI”): Se foi indicado por alguém da empresa ou conhecido do recrutador, deixe a informação clara logo no início da carta. Dessa forma, a pessoa recrutadora irá te situar melhor. 
  • Demonstre interesse na vaga e na empresa: Isso te coloca à frente de outros candidatos com o mesmo nível de conhecimento e que não demonstraram o mesmo entusiasmo pela oportunidade. 
  • Mostre que tem as habilidades necessárias para aquela vaga: Vale aqui incluir qualquer experiência prévia que o ajudou a moldar as competências necessárias para esta oportunidade de trabalho. 
  • Cuidado ao escrever: Revise a sua carta duas ou três vezes, antes de enviá-la, para evitar qualquer erro gramatical. Peça para mais uma pessoa com bom português te ajudar também.
  • Conclusão: Finalize a carta com educação e agradeça pela oportunidade de demonstrar o seu interesse e pelo tempo da pessoa recrutadora em ler sobre a sua motivação. 

Já que estamos falando de carta de apresentação, veja como gravar o seu Vídeo de Apresentação, pois a carta em formato de vídeo está se tornando cada vez mais popular nos processos de recrutamento e seleção.

Agora que já têm todo um checklist pronto para escrever a sua carta de apresentação, não espere mais. Boa sorte!

Corra para a seção de vagas para programadores da GeekHunter e escolha as empresas que mais te motivam a escrever uma excelente apresentação. Boa sorte!

FAQ Carta de Apresentação

O que é uma carta de apresentação?

Uma carta de apresentação profissional é um documento que diz para a pessoa recrutadora, ou para alguém com quem você está procurando estabelecer contato, quem é você e quais são as suas intenções profissionais, de uma maneira mais pessoal e humana que as informações técnicas do currículo.

Para que serve uma carta de apresentação?

Seu objetivo é te destacar em relação às outras pessoas candidatas, explicando porque você é a melhor escolha para a vaga em questão.

Qual o tamanho de uma carta de apresentação?

Ela deve ter no máximo 3 parágrafos curtos e objetivos. O primeiro diz quem é você e porque está entrando em contato. O segundo fala sobre como você se encaixa na vaga anunciada e na empresa. O terceiro cita outras habilidades importantes que você apresenta e fecha a carta com um agradecimento pelo tempo e pela oportunidade.

Quando escrever uma carta de apresentação?

Sempre. Mesmo que não seja exigência da empresa.

Estou procurando um estágio em tecnologia, preciso escrever uma carta de apresentação?

Sim, cartas de apresentação são especialmente importantes para pessoas no início de carreira. No decorrer do texto você encontra o jeito exato de fazer isso sem experiência prévia.

Devo personalizar a carta de apresentação?

Sim. Pesquise sobre a empresa ou sobre a pessoa para quem vai escrever a carta. Isso torna a apresentação mais pessoal, menos genérica. Suas chances de sucesso aumentam.

Compartilhar
You May Also Like