Desenvolvedor Java: saiba o que você precisa para se tornar um!

De acordo com o index TIOBE, Java é a segunda linguagem mais popular do mundo entre desenvolvedores em dezembro de 2020.

Com sua praticidade e a forma com que é trabalhado, de laptops a datacenters, consoles de games a supercomputadores científicos, telefones celulares à Internet, o Java está em todos os lugares!

Sendo assim, o desenvolvedor que escolher o caminho de Java terá grandes oportunidades em sua carreira.

Quer ser um bom desenvolvedor Java? Neste artigo, vou abordar alguns aspectos de carreira do desenvolvedor Java, seus salários médios do mercado e onde encontrar as melhores vagas!

Quer aprender Java? Confira os 10 melhores cursos de Java do mercado.

O que é um desenvolvedor Java

o-que-e-um-desenvolvedor-java

O desenvolvedor Java é um profissional capacitado para desenvolver e implementar sistemas e aplicações usando a linguagem Java.

Além disso, suas atribuições são analisar, testar e corrigir programas que já foram desenvolvidos.

Como o mercado de tecnologia varia muito conforme a localização e o próprio segmento de atuação da empresa, muitas vezes o desenvolvedor Java vai se deparar com situações complexas.

Sabendo disso, é fundamental entender o conceito por trás da atividade realizada. Entender seus princípios, o motivo de cada código e as teorias.

De acordo com a Oracle, em 2016 haviam 9 milhões de pessoas programando em Java no mundo. Esse número aumentou muito até os dias de hoje, mesmo com novas tecnologias tomando espaço dessa linguagem.

Nesse sentido, um desenvolvedor Java pode aplicar seus conhecimentos em diversas áreas, não se limitando a um tipo de sistema ou software.

Aplicações Web

Sendo uma das vertentes que mais evolui, Java está em praticamente todas as aplicações Web. O profissional que escolher essa área lidará com a criação de páginas web interativas, conteúdo dinâmico e outros.

As principais ferramentas de um desenvolvedor Java são os frameworks. No caso de aplicações web, o Spring Framework é o mais conhecido e que traz mais funcionalidades, como o Spring Boot.

Desenvolvimento Mobile

De acordo com a Digitalks, estudo de 2017 mostra que o acesso à internet foi feito 80% através de dispositivos Mobile. É um mercado que está ascendendo e que merece mais atenção.

Um desenvolvedor Java será responsável por desenvolver e manter uma aplicação para celulares e demais dispositivos móveis.

As plataformas Android, iOS e Windows Phone são desenvolvidas com Java, o que demanda um profissional com amplo conhecimento sobre as especificações, características e funções de cada sistema operacional.

O que é preciso para ser um desenvolvedor Java

Para se dar bem nessa tecnologia, existem algumas coisas que o desenvolvedor precisa saber para guiar seus conhecimentos.

O Java passou por diversas mudanças desde que foi lançado, em 1995. Um dos orgulhos da comunidade é que o JVM (máquina virtual Java) de hoje ainda consegue ler e interpretar os códigos daquela época.

Todas essas mudanças foram trazendo novas funcionalidades tanto na linguagem, quanto na JVM, assim como alguns frameworks foram surgindo. Hoje, o Java possui diversas frentes e caminhos a seguir, por isso o profissional precisa se especializar.

Nesse sentido, o desenvolvedor Java que quer se destacar na carreira precisa se manter atualizado. Uma das grandes vantagens que um dev pode ter frente aos outros profissionais é a possibilidade de obter certificações nessa linguagem. Veja qual é a mais adequada para o seu caso e saiba mais!

Depois de aprender a linguagem, entender a sintaxe e como uma linguagem voltada a objetos funciona, qual o próximo passo?

Conheça as melhores certificações Java!

Java Spring Framework

Minha recomendação é começar com o Spring. Ele é muito mais direto para os iniciantes. Se é seu primeiro contato com programação web, a única coisa diferente é aprender sobre o Maven.

No seu universo de possibilidades, o Spring é um facilitador. Nesse sentido, esse framework traz diversos módulos e projetos que resolvem problemas da linguagem Java.

Dentro do spring Framework, o principal módulo é o Spring Boot! Ele agiliza o trabalho do desenvolvedor e levá-lo ao desenvolvimento puro, sem perder tempo com configurações iniciais.

Conheça mais sobre o Spring Framework e suas annotations!

Desenvolvendo com Java EE

Assim como o Spring Framework, o Java EE é uma ferramenta que veio para facilitar o uso do Java e sua paltaforma. Em resumo, impôs especificações de soluções para o desenvolvimento de software.

Como surgiram apenas especificações, houve a necessidade de implementação. Com isso, surgiram alguns nomes famosos como GlassFish, JBoss que foi renomeada para Wildfly e as implementações da Apache.

O Java EE (Enterprise Edition) chegou antes que o Spring, porém muitas das funcionalidades do EE não eram suficientes ou não performavam da maneira com o desenvolvedor Java gostaria.

O Spring resolveu todos esses problemas e se consolidou como a melhor ferramenta. Mas então por que o Java EE está sendo mencionado?

Na parte de acesso ao banco de dados, a tecnologia padrão do mercado é a JPA (Java Persistence API), que faz parte do Java EE. Por estar bem resolvido aqui, o Spring não abordou essa frente.

Por isso, ficamos com essas duas frentes para resolver problemas diferentes.

Front-End vs. Back-End

O forte de um desenvolvedor Java é atuar no back-end. É óbvio, foi para isso que ele estudou. Mas em muitos momentos, será necessário conhecimentos sobre o front-end para implementação.

Vou dar um exemplo: O trabalho consiste em uma aplicação monolítica no estilo model and view. Dentro dessa aplicação há os models, os servers e também há a busca de dados dentro do banco para agregar na página.

O desenvolvedor Java precisa ter noção e saber o que é HTML, CSS e JavaScript, pois será ele que terá que obter esses dados do banco e irá renderizar esses objetos para a tela/view que o cliente final terá acesso.

Muitas vezes, será necessário conhecimento para fazer esse gerenciamento utilizando os templates como thymeleaf ou JSP, que é mais antigo.

Esse exemplo é importante para ilustrar como as duas frentes estão ligadas e que o desenvolvedor Java, hora ou outra, terá acesso às telas para implementar uma nova feature ou para corrigir bugs do sistema em produção.

Quanto ganha um Desenvolvedor Java

Por se tratar de uma linguagem muito popular, presente no back-end de empresas como o Google, Youtube, Supercell e até mesmo Minecraft, o desenvolvedor Java é muito valorizado, com salários na média de R$ 4.536, de acordo com a Glassdoor.

Para profissionais nível júnior, a média é R$ 2.360 e para o nível sênior, o valor supera a casa dos R$ 6.500.

Esses valores tendem a ser um pouco mais altos em capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, que possuem polos de desenvolvimento mais maduros.

Assim como em outras áreas, quanto mais conhecimento o profissional trouxer para dentro da empresa, mais remunerado ele será. Por isso, vale ressaltar que os frameworks extras (.js) que o desenvolvedor Java dominar serão diferenciais.

Quanto tempo leva para aprender a programar Java

O tempo de aprendizado para se tornar um desenvolvedor Java depende. Podemos partir de 2 pontos: o profissional já trabalha com programação e deseja mudar para o Java ou não possui experiência nenhuma com programação e escolheu Java como sua primeira linguagem.

Começamos pelo ponto que não possui experiência: Em primeiro lugar, quem quer aprender a programar não deve iniciar por uma linguagem específica. O primeiro passo é realmente aprender lógica de programação.

Com dedicação, em 2 ou 3 meses é possível dominar lógica e fundamentos de Java.

Além disso, orientação a objetos, conceitos mais aprofundados, banco de dados… são diversas áreas que é preciso dominar para se chamar de um desenvolvedor Java. Estima-se cerca de 1 ano para iniciar o desenvolvimento de softwares e sistemas com todos os componentes necessários.

Onde encontrar vagas de programação em Java

Assim como sua popularidade, encontrar vagas para programar em Java não é difícil! Por ser uma linguagem comum no back-end de diversas aplicações, o mercado busca muitos profissionais dessa área.

Na Geekhunter, você encontra uma plataforma completa para a experiência de contratação. São inúmeras vagas Java e muitas outras linguagens.

Após completar o seu cadastro e for aprovado(a), as empresas começarão a entrar em contato com você e enviar convites para as vagas abertas, e você poderá escolher entre as opções ou ainda escolher a vaga que mais se encaixa com o seu perfil.

Crie seu perfil na Geekhunter e faça parte da maior rede de oportunidades da área de tecnologia da América Latina!

Compartilhar
You May Also Like