Logo e nome do framework Laravel

Conheça o Laravel, o Framework que você estava buscando para web

Nascido em 2011 da necessidade de uma ferramenta mais completa para codificação em PHP, o Laravel atual oferece uma gama super completa de soluções para desenvolvimento de sistemas web.

O Laravel é o framework PHP mais famoso entre as pessoas desenvolvedoras. Mas não sou eu que estou falando isso! Desde 2015 ele já era o principal framework de projetos PHP no GitHub.

De qualquer forma, saiba que você está diante de uma ferramenta poderosa!

O que é Laravel

O que é laravel
Um resumo do que é laravel. Fonte: laravel.com

De acordo com os desenvolvedores, “Laravel é um framework de aplicação web com sintaxe expressiva e elegante. Já estabelecemos a base – liberando você para criar sem se preocupar com os detalhes.”

Tá, mas e o que isso significa? 🤔

Significa que o desenvolvimento de sistemas utilizando o framework PHP Laravel permite criar uma estrutura de códigos muito mais bonita e legível.

Para alcançar esse objetivo, o Laravel utiliza arquitetura de desenvolvimento MVC (Model, View, Controller) e do padrão de desenvolvimento PSR-2 que tem como foco a escrita de código limpo e com boa legibilidade. Depois voltamos nesses pontos!

Além disso, Laravel oferece aumento da velocidade na hora de escrever os códigos, sem deixar de lado características importantes como a segurança, flexibilidade e performance da aplicação.

Conta com uma biblioteca de funcionalidades pré-programadas (como autenticação, roteamento e modelos HTML) que estão no pacote “agilidade” dessa ferramenta.

Em resumo, o framework Laravel permite concentrar os esforços nos “problemas” da aplicação, sem perder tempo na arquitetura e configurações.

Procurando por IDEs? Que tal dar uma olhada no 5 melhores IDEs PHP do mercado?

A diferença entre linguagem e frameworks

Antes de seguir, vamos lembrar da diferença entre linguagem e framework.

Uma linguagem do programação possui uma lógica interna que usamos para expressar algo (no caso da programação, para construir softwares).

Já os frameworks são algumas ferramentas de código pré-prontas (em uma determinada linguagem) que nos ajudam a economizar tempo. É algo que você vai usar como base para a sua construção.

Para que serve o Laravel

Pessoa usando Laravel no notebook
Conheça todas as funções do Framework PHP Laravel!

Então, se o Laravel é um framework, ele serve para te dar suporte ao codificar na linguagem PHP, te oferecendo funcionalidades ou ferramentas pré-prontas para agilizar e otimizar o seu trabalho.

É como uma caixa de ferramentas pronta para ser usada.

Veja algumas funcionalidades que a própria documentação dele apresenta.

Progressividade de codificação

O Laravel cresce com você. Se você está apenas dando os primeiros passos no desenvolvimento web, a vasta biblioteca de documentação, guias e tutoriais em vídeo o ajudará a aprender o básico sem ficar sobrecarregado.

Se você é um desenvolvedor sênior, o Laravel oferece ferramentas robustas para injeção de dependência, teste de unidade, filas, eventos em tempo real e muito mais.

O Laravel é ajustado para construir aplicações web profissionais e pronto para lidar com cargas de trabalho corporativas.

Uma estrutura escalável

O Laravel é incrivelmente escalonável. A natureza amigável de escalonamento do PHP e o suporte embutido para sistemas de cache rápido e distribuído, como o Redis, facilitam muito.

Na verdade, os aplicativos Laravel foram facilmente dimensionados para lidar com milhares de requisições por segundo.

Mais do que isso, as plataformas como o Laravel Vapor permitem que você execute seu aplicativo Laravel em escala quase ilimitada na mais recente tecnologia serverless da AWS.

A Comunidade

O Laravel combina os melhores pacotes do ecossistema PHP para oferecer o framework mais robusto e amigável disponível para o desenvolvedor.

Além disso, milhares de desenvolvedores talentosos de todo o mundo contribuíram para a estrutura. Quem sabe você até se torne um colaborador ativo?

Legal! Agora vamos a parte mais prática do framework!

O que dá para fazer com Laravel

Aqui na GeekHunter, você tem uma área de login no site, certo? Esse login claramente precisa ser seguro e sua identidade precisa ser verificada cada vez que você acessa a plataforma.

O Laravel tem um template de código para isso, que garante o máximo de segurança na autenticação de usuários.

Imagine quanto tempo você levaria para construir tudo isso do zero, quantas tentativas seriam necessárias para que essa parte funcionasse direitinho, do jeito que você precisa.

Com as bibliotecas e classes que ele te proporciona (de sintaxe simples e concisa), é possível fazer a integração com serviços de e-mail, com ferramentas que vão deixar as aplicações mais rápidas (com ferramentas de cache já prontinhas como Memcached e Redis) e também corrigir as vulnerabilidades técnicas mais comuns ainda nas primeiras etapas do projeto.

Os recursos do Laravel também te ajudam a lidar com os erros que surgem no seu site (quando o usuário está preenchendo um formulário e coloca alguma informação errada ou esquece de preencher algum campo obrigatório, por exemplo).

Existem muitas outras funcionalidades, mas essas são algumas das mais comuns. No quesito segurança, o Laravel é bastante seguro, mas é claro que nenhum framework é 100%.

Como já se passaram 10 anos desde o seu lançamento, o Laravel possui uma comunidade forte e ativa, sendo constantemente melhorado e verificado por muitos desenvolvedores.

Esses são alguns dos pontos que contribuem para que ele seja extremamente popular entre desenvolvedores web.

Mas nem tudo são flores, então vejamos algumas vantagens e desvantagens que precisamos ter em mente ao usar não apenas o Laravel, mas frameworks em geral.

Como funciona o Laravel

Existem frameworks que trabalham mais do lado do servidor e outros mais na ponta da interação com o usuário.

No caso, o Laravel funciona do lado do servidor e se concentra fortemente na manipulação de dados, aderindo à arquitetura MVC (Model-View-Controller), e com ele é possível construir aplicações full-stack.

Estrutura de funcionamento da arquitetura MVC do Laravel. Fonte: https://www.cloudsavvyit.com/

Quando usar o Laravel

Quando você quiser construir APIs ou aplicações robustas para a web, você pode usar o Laravel pra te auxiliar nessa tarefa.

Por ser muito completo, com funções muito além do que as estruturas prontas que um framework costuma apresentar, ele pode parecer mais complexo do que realmente é.

O ecossistema desse framework PHP te dá acesso à: plataforma sem servidor, gerenciamento de serviudor, deploy sem tempo de inatividade, monitoramento de fila, eventos em tempo real, docker local, assistente debug, scaffolding e muito mais.

Ecossitema de ferramentas que o Laravel proporciona
Infinidade de ferramentas que o Laravel proporciona nativamente. Fonte: laravel.com

Tudo isso exige um conhecimento profundo da linguagem, mas nada que outros frameworks de outras linguagens não exijam também.

Então ele é ótimo para quando você começa a pensar fora da caixa, procurando soluções que vão te ajudar no futuro.

As soluções prontas que já existem para, por exemplo, e-commerce ou blogs, podem parecer boas à primeira vista, mas comparado ao Laravel, elas são muito mais trabalhosas de personalizar ou melhorar.

A estrutura do Laravel é mais adequada quando não há necessidade de construir CMS. Essa estrutura também é apropriada para a criação de soluções escaláveis e integradas no futuro.

Veja Dicas e Boas Práticas de Programação em PHP

Como aprender Laravel

Para um desenvolvedor que já tem alguma intimidade com PHP, a curva de aprendizado do Laravel é considerada bastante curta.

Mas ao mesmo tempo, se considera que ele seja fácil de aprender mas difícil de dominar, e talvez por isso existam poucos verdadeiros experts em Laravel.

Isso também significa que se especializar nele e realmente dominá-lo pode te dar uma grande vantagem no mercado de trabalho.

Primeiramente, você vai precisar seguir os passos de download e instalação do Laravel, indicados no site deles mesmo.

Ele é um software grátis e de código aberto, que pode ser usado tanto em Windows quanto em MAC e Linux.

Instalado, leia a sua documentação no mesmo link indicado para os passos de instalação.  Ali você já consegue algumas informações iniciais e a indicação da página com a documentação completa.

Indicações de canais, autores e livros

É legal seguir alguns devs que usam e ensinam a usar o Laravel. No Brasil, você encontra diversos canais e profissionais, mas você pode ver o Robson Leite, que ensina a instalar o Laravel e o canal Webdesign em Foco oferece diversos tutoriais.

No exterior, Taylor Otwell, criador do Laravel, cria alguns conteúdos em seu twitter, assim como Zuzana K. e Jeffrey Way.

Recomendo você acompanhar o Laracasts, o maior produtor de conteúdo direcionado para a comunidade.

A comunidade internacional Larabelles, criada para tornar esse mundo mais acessível para mulheres, pessoas não binárias e pessoas trans, também é uma ótima opção.

Existem diversos cursos sobre o assunto, como cursos em módulos na plataforma Alura, o curso gratuito do canal EspecializaTI e esse curso avançado do Hugo Vasconcelos, por exemplo.

Algumas indicações de livros que vou colocar aqui para vocês são:

  • Aprendendo Laravel do autor Michael Douglas (editora Novatec);
  • PHP e Laravel do Rodrigo Turini (editora Casa do Código);
  • Laravel para ninjas do Ademir C. Gabardo (editora Novatec); e
  • Desenvolvendo com Laravel do Matt Stauffer (editora Novatec). 

Espero que com essas informações você tenha sanado suas dúvidas iniciais e ficado curioso(a) o suficiente para fazer novas perguntas. Fique à vontade para dividir suas novas dúvidas e curiosidades aqui nos comentários 🙂

Até a próxima! 

Compartilhar
You May Also Like