Chegou a vez de falarmos sobre salários de devs

Oi novamente!

Dando sequência à nossa série de como ter um perfil de sucesso na plataforma da GeekHunter, vou falar hoje sobre salário.

Se você perdeu a primeira etapa, pode acessá-la aqui 👉 As empresas querem falar com você, fique disponível!.

Qual sua pretensão salarial?

Aqui você vai responder sua expectativa em relação ao salário que almeja e também preencherá o campo de salário que recebe atualmente.

E porque queremos saber quanto você recebe? Essa informação nos ajuda a entender o mercado e orientar quem realiza o cadastro conosco a informar uma pretensão mais real.

No momento do preenchimento da sua pretensão você vai ver do lado direito um gráfico com a média salarial de acordo com o foco de carreira que escolheu na etapa um.

Esta é a tela de pretensão salarial com o gráfico citado

Esse gráfico é alimentado com as informações salariais desta etapa.

Então vamos às perguntas dessa etapa:

“Qual o regime de contratação que você procura?”

Selecione CLT e/ou PJ e informe sua pretensão salarial em cada categoria.

Não precisa inserir nenhum outro caracter nesse campo além de números. O campo já compõe a formatação correta.

Confira se o valor está de acordo.

Mas e se eu tenho interesse em vagas em cidades diferentes, o que preencher?

Confesso que essa é uma parte delicada mas não é difícil.

Indicamos que você pesquise as médias salariais nas localidades que informou na etapa um e preencha sua pretensão com a média.

Você pode também levar em consideração a priorização das cidades que informou e inserir a pretensão de acordo com a primeira cidade que selecionou na etapa um.

Uma dica: a composição salarial CLT e PJ são diferentes, por isso não indicamos que seja informado o mesmo valor em ambos os campos.

A propósito, temos um artigo inteirinho sobre PJ ou CLT: qual optar para a área de TI, isso vai te ajudar muito a decidir qual categoria utilizar.

“Qual o seu tipo de contrato atual?”

Selecione qual tipo de contrato você tem atualmente ou teve em sua última experiência profissional. Nessa parte você seleciona um OU outro, ok?

Se sua última experiência foi um estágio, selecione CLT. E se sua última experiência foi um freela, selecione PJ.

“Qual o seu salário atual?”

Seguindo a mesma configuração da primeira pergunta, insira apenas números

Se sua última experiência foi um estágio, informe o salário do estágio.

Essa etapa é extremamente importante para que as empresas te convidem para seus processos seletivos.

Uma pretensão salarial que não esteja de acordo com suas experiências comprovadas, pode fazer você perder boas oportunidades.

Vou te dar um exemplo:

Seu objetivo: conseguir oportunidades como front-end, (inclui tags com tecnologias de front-end);

No seu histórico profissional: inclui poucas experiências como front-end (que seria relacionado a uma vaga júnior por exemplo).

Cursos: com foco em tecnologias de front-end.

Salário: relativo a vagas sênior.

Apesar de ter preenchido tudo corretamente, salário é fundamental para participar de um processo seletivo.

O ideal é que você tenha experiências compatíveis ao salário que almeja, isso inclui projetos, cursos e tempo dedicado ao seu objetivo.

Quanto mais tempo com o mesmo foco, mais experiência você apresenta.

Fim da segunda etapa!

Por último e não menos importante, consulte nossa calculadora de salários para verificar a média salarial de acordo com as cidades.

E não se esqueça que, se surgiu dúvidas, entre em contato com o suporte on-line.

Confira a próxima etapa desta série e mostre que você é a pessoa desenvolvedora que o mercado procura.

Compartilhar
You May Also Like